Presidenta Dilma Rousseff lamenta morte do marxista Jacob Gorender

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Morre Jacob Gorender, autor do livro 'Combate nas Trevas'.
Morre Jacob Gorender, autor do livro 'Combate nas Trevas'.
Morre Jacob Gorender, autor do livro ‘Combate nas Trevas’.

A presidenta Dilma Rousseff lamentou a morte do historiador Jacob Gorender. O militante comunista morreu , na terça-feira (11/06/2013), em São Paulo, aos 90 anos.

Em nota, a presidenta chama Gorender de “amigo e companheiro” e diz que o historiador “não teve medo de defender suas ideias, mesmo pagando o pior dos preços”. Os dois se conheceram quando estavam presos no Dops (Departamento de Ordem Política e Social), em São Paulo, vítimas da repressão da ditadura militar. “Ele estava convalescente de torturas e foi conselheiro importante em um momento crucial na minha vida”, diz o texto.

Dilma cita os livros O Escravismo Colonial e Combate nas Trevas, de Gorender, como “duas obras clássicas da historiografia brasileira”.

O escritor e historiador baiano Jacob Gorende integrou o Partido Comunista Brasileiro (PCB), de onde saiu para fundar o Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR).

Marxista, Gorender era considerado um grande pensador brasileiro. Em sua obra O Escravismo Colonial, de 1978, ele se opôs à corrente que inseria o Brasil no modelo de desenvolvimento europeu e mostrou o passado escravista colonial do país.

Em nota, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que conheceu e conviveu com Gorender ao longo de sua vida pública, também lamentou a morte do escritor. “Jacob certamente ficará como um exemplo para as novas gerações”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10036 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).