Candidato a prefeito em Feira de Santana, Zé Neto visita feirinha do Tomba e se compromete a fazer cobertura do local

“As pessoas entendem que a mensagem é de trazer pra Feira o mesmo time que botou comida na mesa do povo em todo o país”, assinalou Zé Neto.
“As pessoas entendem que a mensagem é de trazer pra Feira o mesmo time que botou comida na mesa do povo em todo o país”, assinalou Zé Neto.
“As pessoas entendem que a mensagem é de trazer pra Feira o mesmo time que botou comida na mesa do povo em todo o país”, assinalou Zé Neto.
“As pessoas entendem que a mensagem é de trazer pra Feira o mesmo time que botou comida na mesa do povo em todo o país”, assinalou Zé Neto.

Na manhã deste domingo (05/08/2012), o candidato a prefeito, Zé Neto (13) da Coligação Um novo caminho para Feira (PT-PP-PSB e PCdoB), sua vice, Eliana Boaventura junto com alguns candidatos a vereador visitaram a feira livre do bairro do Tomba, conversaram com os feirantes e trocaram ideias com as pessoas que circulavam pelo local.

Recebido com muito carinho durante todo o percurso em que percorreu barracas de frutas, verduras e temperos, Zé Neto (13) ouviu as angustias e reivindicações dos trabalhadores. Entre as reclamações, a falta de condições dignas de trabalho é a principal queixa feita pelos vendedores. “Nós trabalhamos a céu aberto, sem cobertura, ficamos expostos a sol e chuva, que além de causar transtornos aos feirantes e clientes, ainda estraga a mercadoria”, disparou a feirante Maria Santos.

Zé Neto (13) afirmou que uma feira livre tem grande valor econômico para o município e as feiras da cidade precisam de um tratamento mais adequado, se comprometendo em fazer desses lugares espaços mais dignos para trabalhadores e consumidores. “As feiras são responsáveis por gerar emprego e renda para muitas famílias. Vamos melhorar a estrutura delas com a instalação de cobertura em todas as áreas, construir banheiros,  realizar a troca de pisos e instalar lixeiras”, assegurou.

Zé Neto (13) propôs um diálogo entre feirantes e a comunidade do Tomba para discutir a possibilidade de fazer da feira do Tomba uma espécie de Ceasinha, um centro comercial que passará a funcionar durante toda a semana e não apenas aos domingos, como atualmente acontece. “As pessoas sentem o time de Lula presente, elas entendem que a mensagem é de trazer pra feira o mesmo time que botou comida na mesa do povo em todo o país”, assinalou o candidato da Coligação Um novo caminho para Feira (PT-PP-PSB e PCdoB).

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9299 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).