Segundo Festival de Chocolate da Bahia agita a Costa do Cacau

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

As belas paisagens de Ilhéus, na Costa do Cacau, formaram o cenário perfeito para sediar um evento com sabor especial: o 2º Festival do Chocolate da Bahia, que aconteceu de quarta-feira até domingo (06/06/2010), no centro de convenções do município.

Para aumentar o fluxo turístico na região no período da baixa estação e promover a Costa do Cacau como referência na produção de cacau e chocolate, o festival recebeu cerca de 12 mil visitantes durante os cinco dias do evento.

“Criamos algo que gera fluxo regional, estadual, nacional e internacional, pois atrai turistas, amantes do chocolate e compradores de cacau, um público de alto poder aquisitivo”, afirmou o criador do festival e presidente do Convention Bureau, Marco Lessa.

A noite de abertura, na última quarta-feira, foi marcada por homenagens. A Bahiatursa foi premiada pelo destaque na contribuição da consolidação do chocolate como alternativa viável de desenvolvimento econômico da região.

“Não podemos deixar de associar o turismo à economia. É preciso divulgar a região da Costa do Cacau não apenas pelas belezas, mas pela qualidade do que é produzido aqui”, disse o secretário do Turismo, Antônio Carlos Tramm.

Fundador da primeira fábrica de chocolate da Bahia, a Chocolate Caseiro Ilhéus, o empresário Hans Schaeppi, 82 anos, foi também homenageado durante a solenidade.

“Há alguns anos, os turistas questionaram a inexistência de uma fábrica de chocolate na terra do cacau. Saí pelo mundo em busca de conhecimento e já estou há 25 anos no ramo. Hoje, fico grato em participar de um evento como este, que valoriza o nosso trabalho”, destacou o empresário.

A estrutura do festival contou com a participação de 24 expositores, entre pequenos e grandes produtores de chocolate, cooperativas, além de institutos e ONGs que promovem a preservação ambiental.

As crianças ganharam o espaço Planeta Chocolate, com brinquedos e atividades educativas. Na Jornada do Chocolate, foram realizados workshops, cursos e oficinas, tratando da produção em diversas escalas, produção associada ao turismo, produção cooperada, entre outros temas.

A novidade desta segunda edição foi o Chocolounge, uma estrutura montada no estacionamento do centro de convenções, com lanchonetes e espaço para apresentação de artistas regionais.

“Viemos em 2009 e este ano não poderíamos deixar de vir novamente. Este espaço faz crescer a vontade de me aperfeiçoar nos negócios”, contou o produtor rural Maurício Caldas, 55 anos, que foi de Salvador a Ilhéus com a mulher, Jerusa Caldas, 46 anos, apenas para conferir o festival.

O ponto alto da noite de sexta-feira foi o show da cantora paulista Ana Cañas, que se apresentou pela primeira vez em Ilhéus. “É muito gostoso fazer show na Bahia, terra linda, com gente hospitaleira e comidas deliciosas. Estou muito feliz”, declarou Ana. No sábado, quem subiu ao palco foi a cantora Adriana Calcanhoto.

Visita às fábricas e observação de pássaros

Costa do Cacau oferece excelentes opções de passeio. Ali, o turismo não se resume a sol e praia, e isso alguns estandes na Feira do Chocolate da Bahia mostraram aos visitantes.

A procura pela visita às fábricas de chocolate e o turismo de observação de pássaros estão crescendo na região. Só em janeiro deste ano, a fábrica Chocolate Caseiro Ilhéus recebeu 15 mil visitantes. “Nossa fábrica se tornou um complexo turístico. Em alta estação, a procura é altíssima”, explicou Schaeppi.

A Comissão Executiva da Lavoura Cacaueira (Ceplac) recebe uma média de 150 visitantes por mês. Durante o passeio, são mostrados todos os processos, desde a plantação do cacau, colheita e produção do chocolate. O Instituto Uiraçu, que fica em Serra Bonita, entre Camacã e Jacareci, participou do evento para divulgar o turismo de observação de pássaros, ou birdwatching, muito procurado por estrangeiros, pesquisadores e biólogos. O local abriga mais de 400 espécies, sendo 57 dessas aves encontradas somente ali.

“Recebemos cerca de 50 pessoas por mês. Dividimos em pequenos grupos para que as aves não fiquem estressadas. A procura está crescendo bastante”, declarou o funcionário do instituto, Cristiano Santana, 33 anos.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120779 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.