UNICAFES lança projeto para enfrentar os históricos problemas da pobreza no Brasil

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Cartaz anuncia ‘Caravana do Cooperativismo pelo Fim da Pobreza da UNICAFES’.
Cartaz anuncia ‘Caravana do Cooperativismo pelo Fim da Pobreza da UNICAFES’.
José Paulo Crisóstomo (Zé Paulo), presidente da UNICAFES Nacional e ASCOOB.
José Paulo Crisóstomo (Zé Paulo), presidente da UNICAFES Nacional e ASCOOB.

Com o objetivo de dar maior visibilidade e fortalecer o cooperativismo da agricultura familiar e economia solidária; levar informação ao povo brasileiro das oportunidades geradas pelas políticas públicas e pelo cooperativismo; fomentar a constituição de novas cooperativas e realizar debates sobre temas importantes para as cooperativas, a União Nacional das cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES) realizará até Julho de 2010, a Caravana Nacional do Cooperativismo Pelo Fim da Pobreza –desenvolvimento se faz com cooperação.

As ações serão realizadas em todos os estados, levando à discussão temas como, a nova Lei de Ater, a importância do Cooperativismo, Leis Federais e Estaduais que tratam sobre o cooperativismo, a Lei Ambiental, a participação da agricultura familiar na alimentação escolar, entre outros, além de dar visibilidade às organizações cooperativistas e sua importância econômica e social.

Na Bahia, a Caravana acontecerá entres os dias 19 de maio a 06 de julho de 2010, com eventos passando pelas cidades de Serrinha, Irecê, Morro do Mulungu, Jaguarari, Jacobina, Codeiros, Piripá, Barra do Choça, Feira de Santana, Valença, Ituberá, Buerarema, Salvador (Encerramento).

No dia 20 de maio lançará, em paralelo a 3º Feira da Agricultura Familiar e Reforma Agrária do Território do Sisal, na Praça Morena Bela, em Serrinha, a Caravana Nacional do Cooperativismo Solidário pelo fim da pobreza.

Para o presidente da UNICAFES Nacional e ASCOOB, José Paulo Crisóstomo (Zé Paulo), a principal discussão da Caravana é o cooperativismo como alternativa de geração de trabalho e emprego. “Nossa preocupação é fazer com que se fortaleça o modelo formal de geração de emprego e renda, mas que também exista o trabalho associativo por meio das cooperativas. É possível que as pessoas possam criar cooperativas de prestação de serviços, profissionais das mais diversas áreas possam se juntar para prestar serviços”, afirmou Crisóstomo.

Ele ainda destacou que as ações da Caravana pretendem contribuir para alavancar o debate sobre uma proposta de desenvolvimento includente, considerando o cooperativismo um instrumento para a dinamização das economias locais. “Com a caravana possibilitará uma equidade na distribuição de renda nos municípios brasileiros, bem como os brasileiros possam ter os direitos básicos garantidos, como alimentação diária, moradia, saúde, educação, emprego e renda. Isso é indispensável para o desenvolvimento do Brasil”, enfatizou.

A UNICAFES está fazendo todos os esforços para reunir toda a sociedade em torno do debate sobre o cooperativismo como novo modelo de desenvolvimento, com o objetivo de apontar novos caminhos e promover mais conhecimento sobre o cooperativismo da agricultura familiar e a economia solidária, seus entraves e possibilidades. A mobilização é de extrema importância para incrementar o debate do cooperativismo solidário no país, a partir de proposições de alternativas para a superação das desigualdades sociais.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121594 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.