Transferência de funcionários e maquinário do antigo Derba vai beneficiar 158 municípios

Governador Rui Costa comenta sobre transferência de equipamentos e pessoal do Derba para os consórcios intermunicipais.

Governador Rui Costa comenta sobre transferência de equipamentos e pessoal do Derba para os consórcios intermunicipais.

Com a transferência de bens e funcionários pelo Governo do Estado, 158 municípios integrantes de dez consórcios intermunicipais receberão máquinas como retroescavadeiras, motoniveladoras, tratores e caminhões-pipa para obras de infraestrutura urbana, rodovias e estradas vicinais.

Os termos de cooperação técnica para cessão de 174 bens móveis e 194 servidores foram assinados, na tarde desta terça-feira (28/07/2015), pelo governador Rui Costa e representantes dos consórcios. O pessoal e o maquinário pertenciam à estrutura do Departamento de Infraestrutura e Transportes da Bahia (Derba), extinto com a reforma administrativa da atual gestão estadual.

“Nós vamos usar essa ferramenta moderna contratando inclusive os consórcios para que eles possam fazer tanto obras nos municípios como nas nossas rodovias. Com isso ganham as prefeituras, ganha a população e ganha o governo com a manutenção a um custo menor”, explicou o governador.

Os consórcios contemplados são Semiárido Nordeste III, APA do Pratigi, Alto do Sertão, Território de Irecê, Território do Sisal, Portal do Sertão, Médio Rio de Contas, Bacia do Jacuípe, Território do São Francisco e Vale do Jiquiriçá.

Contrapartida

A contrapartida dos municípios prevê o rateio dos custos operacionais e a pavimentação de 315 quilômetros de estradas estaduais, ligações com rodovias federais e outros 262,5 quilômetros de estradas em revestimento primário. “Cada consórcio será responsável pela manutenção de uma rodovia selecionada em conjunto pelos integrantes do consórcio”, explica o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti. Segundo ele, o processo de cessão para os primeiros dez consórcios intermunicipais será concluído, em até 90 dias, e uma segunda etapa já está em andamento.

Para o prefeito de Serrinha e presidente da Federação dos Consórcios Públicos da Bahia, Osni Cardoso, o modelo garante mais agilidade e economia para a manutenção da malha rodoviária nos municípios. “Quando um buraco surge na estrada, quem primeiro enxerga é a gente, e essa velocidade é muito importante para a gente atacar esse assunto rapidamente com uma economia bem maior”.

Outras publicações

Eleições 2014 – Bahia: Paulo Souto e Geddel protestam contra fechamento de hospital em Nazaré Paulo Souto critica fechamento de hospital. O candidato a governador, Paulo Souto, e seu companheiro da coligação “Unidos pela Bahia”, Geddel Vieira...
Luiz Viana se reúne com jovem advocacia baiana Luiz Viana se reúne com jovem. A jovem advocacia baiana se reúne com o presidente da OAB-BA, Luiz Viana, nesta quarta-feira (07/10/2015), a partir d...
Nova empresa assume serviços no SAC e Governo do Estado realizará o pagamento do salário de dezembro e segunda parcela do 13º, que estão atrasados A Secretaria da Administração (SAEB) assinou, nesta sexta-feira (15/01/2010), contrato com a nova empresa que prestará serviços de recepção e apoio no...

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br