O MST manda no Brasil?

Vivemos um período delicado, sem nenhuma segurança jurídica. Os nossos tribunais estão contaminados por ideologias políticas, só pode ser. Não se tem mais um Judiciário forte para proteger e reparar os direitos dos cidadãos. Cito, por exemplo, o magistrado maranhense, deputado federal Flávio Dino, pertencente ao PC do B. Veja, é um magistrado defendendo ideologias comunistas. E assim há muitos juízes favoráveis às reivindicações desses bandoleiros do campo sobre as propriedades alheias.

Eu não sei onde isso vai parar. O governo petista, ou os seus representantes, como o peremptório Tarso Genro, defende que se trata de manifestações sociais legítimas. Mas essas manifestações estão infiltradas de terroristas que querem transformar este País em célula socialista comunista. O Lula tem interesse nisso, pois subvenciona o MST com dinheiro público.

A senadora Kátia Abreu e outros parlamentares têm que bater pé no Congresso e exigir uma tomada de posição do governo federal e do Judiciário para que sejam impedidas essas manifestações arruaceiras, violentas e intimidativas de membros do MST, porque isso vai acabar muito mal. Os demais cidadãos brasileiros não saem em passeatas subvertendo a ordem, para reivindicar os seus direitos ou reclamar as injustiças sofridas. Por que os sem-terra podem? As coisas estão tomando rumos perigosos, e este País pode ficar incontrolável se não for imediatamente imposto um freio policial e jurídico a esses movimentos subversivos do MST.

Por isso, não tenho dúvida em afirmar que está na hora de as Forças Armadas agirem em defesa da ordem social no Brasil. A sociedade ordeira e que paga imposto não pode ficar prejudicada por esses movimentos anarquistas. Que o governo federal cumpra a reforma agrária prometida, mas sem transgredir a propriedade produtiva privada.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]