Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, Sérgio Camargo vem causando indignação por declarações consideradas racistas.
Sistema Judicial

Presidente da Fundação Palmares é alvo do Ministério Público do Trabalho; Sérgio Camargo tem afastamento pedido após relatos de assédio moral, perseguição ideológica e discriminação contra funcionários

Conhecido por declarações consideradas racistas, o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, é agora alvo do Ministério Público do Trabalho, que pediu seu afastamento do cargo por assédio moral, perseguição ideológica e discriminação contra funcionários