A redução da dívida líquida da companhia em 4,6% é outro ponto positivo do trimestre, mantendo a relação dívida líquida/Ebitda recorrente igual a 1.
Brasil

Eletrobras anuncia lucro de R$ 2,7 bilhões no primeiro trimestre de 2022

A Eletrobras anunciou ter obtido lucro líquido de R$ 2,7 bilhões no primeiro trimestre de 2022. O resultado, divulgado nesta segunda-feira (16/05/2022), é 69% superior ao mesmo período de 2021 e foi impactado positivamente pelo aumento de 12% da receita bruta, e também pelo desempenho financeiro da companhia, com destaque para o efeito positivo da variação cambial.

Lucro do Bradesco aumento 13,9% em relação ao mesmo período do ano passado.
Manchete

Desigualdade: Enquanto bancos aumentam lucros, mais pobres perdem renda

Após os quatro grandes bancos brasileiros com capital aberto na bolsa obterem em 2021 o melhor resultado nominal (sem considerar a inflação) já registrado, a temporada dos balanços do primeiro trimestre de 2022 começa com perspectiva de lucros ainda maiores neste ano. Bradesco e Santander apresentaram seus desempenhos nesta semana, enquanto Itaú e Banco do Brasil os divulgam na próxima.

Diferença entre saques e depósitos em março chega ao pior nível desde 1995.
Brasil

Com presidente Jair Bolsonaro, crise faz classe média dilapidar poupança para sobreviver

Empobrecidas pela degradação do mercado de trabalho nos últimos seis anos, com a desregulação e o desemprego gerando perda de renda e de poder de compra diante da inflação crescente, as famílias de classe média esgotam a capacidade de endividamento e agora partem para o último estágio da luta para manter o padrão de vida: a dilapidação da poupança.

Adolfo Sachsida, assessor de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia.
Brasil

Inflação entrará em trajetória decrescente depois de maio de 2022, diz Adolfo Sachsida

Países espalhados pelo mundo inteiro estão enfrentando crises econômicas com aumento da inflação. De acordo com o assessor de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, a inflação dos Estados Unidos é a maior dois últimos 40 anos; a da Alemanha, dos últimos 30; e a Inglaterra enfrenta a pior crise inflacionária em 10 anos.