Expansão da OTAN como instrumento de poder dos EUA gera perigo de guerra nuclear.
Manchete

Chanceler da Rússia alerta para risco de guerra nuclear, critica expansão dos EUA e aliados da OTAN para fronteira do sul da China e alerta para tentativa do Governo Biden em manter hegemonia estadunidense

O chanceler russo, Sergei Lavrov, alertou nesta segunda-feira (25/04/2022) que o risco de guerra nuclear é real e não pode ser subestimado. O chefe da diplomacia russa também criticou o incentivo à russofobia por parte de lideranças internacionais e a expansão da OTAN em direção à China.

De acordo com pesquisadores, a nova tecnologia pode rastrear objetos em movimentos tão pequenos como os de um automóvel com uma precisão não observada anteriormente.
Internacional

China desenvolve sistema que pode transformar seus satélites comerciais em plataformas de espionagem

Pequim está desenvolvendo um sistema avançado de inteligência artificial (IA) que pode transformar satélites comerciais de baixo custo – que já orbitam a Terra – em poderosas plataformas de espionagem, com relatórios sugerindo que a taxa de sucesso desse sistema pode ser sete vezes maior do que a da tecnologia existente.

Senilidade e defesa dos interesses do filho Hunter Biden na Ucrânia marcam atuação do presidente Joe Biden.
Manchete

Mídia estatal da China qualifica Joe Biden de ‘irresponsável’ após declarações sobre presidente Vladimir Putin; Senil presidente dos EUA age protegendo interesses do filho na Ucrânia

Em editorial publicado nesta segunda-feira (28/03/2022), o Global Times, jornal estatal da China, qualificou o presidente Joe Biden de “imprudente e irresponsável”. ‘Não peço desculpas’, diz Joe Biden diz que não ‘voltará atrás’ em comentário. Kremlin critica nova declaração e Rússia manda recado aos EUA.

Almirante John Aquilin, comandante das forças estadunidenses na região do Indo-Pacífico, considera que o acúmulo de armas por parte da China está desestabilizando a região.
Internacional

EUA asseguram que Governo Xí Jìnpíng armou totalmente várias ilhas artificiais no mar do Sul da China; Ministro das Relações Exteriores pede ‘profunda reflexão’ sobre expansão da OTAN

A China militarizou totalmente ao menos três das ilhas artificiais que construiu no mar do Sul da China, armando-as com sistemas de mísseis antinavio e antiaéreos, sistemas laser, equipamentos de interferência eletrônica e aviões de combate, declarou o comandante das forças estadunidenses na região do Indo-Pacífico, almirante John Aquilin, em entrevista à agência de notícias AP.