“Sem mudanças, teremos um futuro de crises constantes e riscos arrasadores”, afirma Guterres

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
António Guterres, secretário-geral da ONU.
António Guterres, secretário-geral da ONU.

Nesta quinta-feira (04/08/2022), o secretário-geral da ONU, António Guterres, falou à Assembleia Geral sobre os progressos alcançados desde o lançamento do relatório Nossa Agenda Comum.

Guterres disse que, desde que o documento foi apresentado, a necessidade de suas propostas só aumentou. Para ele, seguir com a governança atual levará o mundo a um futuro de crises constantes e riscos arrasadores. Futuro instável

Ele ressaltou que a concorrência geopolítica se intensificou no mundo e o risco de confronto nuclear é mais real do que antes.

Guterres afirmou que, além da tripla crise planetária de destruição climática, poluição do ar e perda de biodiversidade, e efeitos da pandemia, o mundo ainda enfrenta um número crescente de conflitos armados num cenário imprevisível

Ao citar a guerra na Ucrânia e o preço de alimentos e energia em todo o mundo, o secretário-geral disse esperar que as negociações, em Istambul, pela retomada do fluxo de exportações no Mar Negro, façam cair o custo de grãos e fertilizantes.

Ainda assim, sem recursos para investir na recuperação pós-pandemia, os países em desenvolvimento estão caminhando para o abismo.

Propostas da Nossa Agenda Comum

O chefe da ONU disse estar satisfeito em ver que muitos Estados-membros já começaram a adotar as propostas do relatório.

Os preparativos para a Cúpula da Educação Transformadora, no próximo mês, estão bem avançados e o evento deve ser uma oportunidade para mobilizar ações e reformular sistemas educacionais para o futuro.

Guterres anunciou ainda que, durante a próxima sessão da Assembleia Geral, em setembro, apresentará um plano de reforma da arquitetura financeira internacional para enfrentar fraquezas e desigualdades históricas.

Cúpula do Futuro

Sobre a Cúpula do Futuro, o secretário-geral explicou que o evento deve ser uma oportunidade única para revitalizar a ação global, reafirmar os princípios fundamentais e desenvolver ainda mais as estruturas do multilateralismo para o futuro.

Guterres acredita que a cúpula deve maximizar a Agenda 2030 e os ODS.

A cientista política brasileira Ilona Szabó é uma das conselheiras do secretário-geral da ONU para o evento. Em abril, ela falou à ONU News sobre o trabalho e as expectativas.

Segundo Ilona Szabó, a Comissão vai entregar um relatório com recomendações no começo de 2023 e uma parte do trabalho deve ser exposta na abertura da próxima Assembleia Geral.

*Com informações da ONU News.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123315 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.