Festival de Dança Itacaré abre convocatória para espetáculos, performances e oficinas de todo o Brasil

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Serão contemplados cinco Trabalhos Cênicos, que se configuram como espetáculos já estreados ou inéditos em formato de solos, duetos e trio, com cachê de R$ 3 mil.
Serão contemplados cinco Trabalhos Cênicos, que se configuram como espetáculos já estreados ou inéditos em formato de solos, duetos e trio, com cachê de R$ 3 mil.

De volta à modalidade presencial, o Festival de Dança Itacaré atinge a marca de 10 edições e celebra este momento ampliando as possibilidades de participação para artistas da dança de todo o Brasil. Assim, além de espetáculos, trabalhos de rua ou alternativos, também serão contempladas propostas de oficinas-espetáculos, mediante cachê para todos os selecionados. O único meio de inscrição é o formulário disponível no site, que ficará disponível de 30 de julho de 2022 a 30 de agosto de 2022.

Serão contemplados cinco Trabalhos Cênicos, que se configuram como espetáculos já estreados ou inéditos em formato de solos, duetos e trio, com cachê de R$ 3 mil. Já na categoria Trabalhos de rua ou espaço alternativo, serão selecionadas três performances já estreadas ou inéditas em formato de solos, duetos e trio, que receberão R$ 2,5 mil cada. Por fim, duas Oficinas-Espetáculos comporão o Festival, uma em Ilhéus (BA) e outra em Itacaré (BA). Para esta atividade, o cachê será de R$ 3 mil para cada proposta. O resultado será divulgado no site no dia 16 de setembro.

Esta décima edição acontece de 05 a 11 de novembro nas cidades sul baianas de Ilhéus e Itacaré. A produção disponibilizará para os artistas ou grupos selecionados hospedagem, transporte, cachê e ajuda de custo na alimentação diária.

A idealizadora do Festival, Verusya Correia, conta que o evento deste ano tem como tema “Experiências dançantes”, celebrando a Dança em pleno interior da Bahia, trazendo a perspectiva da dança do presente como um lugar de enunciação, uma situação concreta, que contempla incertezas, conflitos, além de visão não dicotômica do mundo. “O Festival é um lugar plural, diverso. A retomada presencial traz a possibilidade de aproximação, de convívio. Esse corpo a corpo, suor, fala, escuta e toque fazem toda a diferença. Venha!”, convida Verusya.

O X Festival de Dança de Itacaré é uma realização da Associação Comunidade Tia Marita, apoio institucional da Casa Ver Arte e apoio financeiro do apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123202 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.