Feira de Santana: Rico Dalasam e banda Cascadura apresentam shows na Casa Noise.

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Casa Noise sedia os shows de Rico Dalasam (05/08/2022) e da banda Cascadura (06/08/2022).
Casa Noise sedia os shows de Rico Dalasam (05/08/2022) e da banda Cascadura (06/08/2022).

Criada em 2019, Banana Atômica é um selo de Feira de Santana que se especializou em trabalhar com artistas da cidade, trazendo artistas independentes do país para o interior da Bahia. Comandado por Joilson Santos, criador do festival Feira Noise, – que se realiza na cidade há mais de 10 anos – e também da recém inaugurada Casa Noise, que levou artistas como Maglore, Jadsa, Rodrigo Alarcon e Autoramas para o palco de Feira.

Iniciando a programação de agosto de 2022, a Casa Noise sedia shows de Rico Dalasam e da banda Cascadura.

Rico Dalasam

Dia 05 de agosto de 2022, a partir das 21:30, a Casa Noise apresenta pela primeira vez em Feira de Santana um dos principais nomes do rap nacional, Rico Dalasam. Os ingressos custam R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) e já estão à venda no site Sympla. O artista mostra o show “Encontro DDGA” trazendo novas músicas do recém lançado álbum “Fim das Tentativas” além de seus grandes sucessos da carreira e do celebrado segundo álbum “Dolores Dala Guardião do Alívio” que revisita emoções, afetos, vida e carreira, trazendo a dualidade que costura toda a sua obra, mas desta vez embasada no reino da fábula, retirando do mundo real ensinamentos dos últimos anos de vida. O artista traz frases inteligentes e atuais; rimas e sentimentos despejados de uma forma que só o cantor e compositor, precursor da importante cena rap queer do país sabe fazer.

Desafiando a noção de normalidade na música e nas questões de gênero, inaugurando a cena queer rap do Brasil aos 25 anos de idade no fim de 2014, após já ter trabalhado como cabeleireiro e editor de moda, Rico Dalasam ingressou no rap nacional, tornando se uma das principais apostas da música nacional contemporânea. Lançou em 2015, seu primeiro trabalho o EP “Modo Diverso”, reunindo seis músicas autorais que narram suas experiências de vida enquanto jovem, negro e gay, morador da periferia da Grande São Paulo.

Banda Cascadura

Depois de 4 anos, a banda Cascadura volta aos palcos e abre sua turnê pelo Brasil na Casa Noise, no dia 6 de agosto de 2022, a partir das 21 horas. Os ingressos custam R$ 40 e já estão à venda no Sympla. A banda de Salvador comemora os 30 anos de carreira e estava fora dos palcos desde 2018, já que Fabio Cascadura mora no Canadá desde 2016.

As três décadas de história do grupo, completadas em 2022, são motivo para celebrar e, ao que tudo indica, concluir em definitivo esta trajetória. Fábio Cascadura, fundador, cantor, guitarrista e autor de todas as canções da discografia – parte delas, em parceria com outros companheiros –, veio do Canadá, especialmente para o reencontro com o público e seus parceiros da formação estabelecida em 2013: Thiago Trad (bateria), Du Txai (guitarra) e Cadinho Almeida (baixo). O guitarrista Candido Martínez Sotto, que integrou a banda no passado, se une às apresentações.

“São quatro anos desde minha última visita ao Brasil, quando aconteceu aquela reunião massa no Pelourinho”, lembra Fábio, referindo-se ao último show da banda, no Largo Pedro Archanjo, com ingressos esgotados, em janeiro de 2018, pouco mais de dois anos após o anúncio da suspensão das atividades do grupo, em dezembro de 2015. “Dessa vez a gente tem um propósito, vamos dizer assim, que são os 30 anos de fundação do Cascadura. A banda já não existe mais, mas as redes sociais fazem o serviço de manter os fãs conectados e a obra viva, e sempre rola uma cobrança de ‘volta Cascadura’ ou ‘faz um showzinho’. Vamos celebrar os fãs, o legado, as três décadas”, contextualiza o artista.

Com cinco discos – “#1” (1997), produzido por Nestor Madrid e lançado pela WR Discos; “Entre!” (1999), produzido por Nestor Madrid e lançado no Projeto Emergentes da Madrugada; “Vivendo em Grande Estilo” (2004), produzido por andré t e lançado pela Monstro Discos; “Bogary” (2006), produzido por andré t e Cascadura, coproduzido por Jô Estrada e lançado pela Revista OUTRACOISA; e “Aleluia” (2012), álbum duplo produzido por andré t e Cascadura, coproduzido por Jô Estrada e lançado pelo Garimpo Música –, o DVD “Efeito Bogary” (2009) e o documentário “#AleluiaCascadura” (2012), o Cascadura é um dos nomes fundamentais do rock da Bahia e do Brasil, com reconhecimento de público, crítica e artistas.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123294 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.