Nova Ordem Mundial: Investidor explica por que sanções dos EUA contra Rússia falharam; “Balanço de poder está mudando”, diz

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Raymond Thomas Dalio (Ray Dalio), investidor bilionário estadunidense e administrador de fundos de hedge, que atuou como co-diretor de investimentos do maior fundo de hedge do mundo, Bridgewater Associates, desde 1985.
Raymond Thomas Dalio (Ray Dalio), investidor bilionário estadunidense e administrador de fundos de hedge.

Ray Dalio, bilionário americano, considera que as sanções dos EUA e seus aliados contra a Rússia não só estão falhando, como estão forçando outros países a reduzir seus investimentos nos Estados Unidos, com medo de se tornarem o próximo alvo.

Em uma entrevista ao jornal alemão Der Spiegel, o fundador da empresa de gestão de investimentos Bridgewater Associates assegura que o Governo Biden não tem mais alternativas.

“As sanções são a única arma que os EUA podem usar”, observou. Ele disse também que, até agora, a queda do Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia foi de cerca de 15 %, o que “é suportável” para a população.

“Putin só terá problemas em se manter no poder se a economia entrar em colapso, digamos até 40%”, opina Dalio.

Por outro lado, o investidor explica que as sanções estão afetando o Ocidente. “Posso dizer seguramente que o Ocidente também está sofrendo com as sanções. Outros países estão a desfazer-se cada vez mais dos títulos do Governo dos EUA, porque receiam que possam acabar como a Rússia. Isto está mudando o balanço de poder em todo o mundo”, explicou o magnata.

“O fator decisivo será o comportamento da Índia”, ressaltou, já que “o país poderia defender a economia da Rússia se o Ocidente boicotar Moscou”, disse Dalio.

Por outro lado, ele sublinhou que “os tempos de um mundo globalizado com mínimas barreiras comerciais e livre fluxo de capitais terminaram”.

Os países europeus e os EUA restringiram as importações de recursos energéticos russos. Ao mesmo tempo, o rompimento das cadeias de abastecimento conduziu a um aumento acentuado dos preços dos combustíveis, da eletricidade e dos alimentos, tanto nos EUA como na Europa.

*Com informações da Sputnik Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121698 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.