Dom Zanoni recebe Comenda 2 de Julho; Honraria é proposta do deputado Angelo Almeida

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Para Angelo, esta é uma forma simbólica de reconhecer a dedicação do arcebispo Dom Zanoni aos projetos sociais e valorização da cultura negra.
Para Angelo, esta é uma forma simbólica de reconhecer a dedicação do arcebispo Dom Zanoni aos projetos sociais e valorização da cultura negra.

Líder religioso progressista, o arcebispo metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro, inspira por suas ações humanitárias, que merecem reconhecimento e propagação. Com esse intuito, o deputado estadual Angelo Almeida propôs na Assembleia Legislativa da Bahia a concessão da Comenda 2 de Julho ao arcebispo. O projeto de resolução foi aprovado e a sessão para a entrega da honraria já tem data marcada: será dia 30 de junho de 2022, às 10 horas, no plenário da Casa.

“No ano em que eu celebro 60 anos de idade, justamente no mesmo ano do Jubileu de Diamante da Igreja de Feira de Santana, fico muito honrado e agradecido com a deferência do deputado Angelo Almeida em me conceder essa alta homenagem que é a Comenda 2 de Julho”, comenta Dom Zanoni.

Para Angelo, esta é uma forma simbólica de reconhecer a dedicação do arcebispo aos projetos sociais, valorização da cultura negra e luta pela manutenção dos princípios democráticos, colocando a Bahia em destaque no cenário nacional e mundial. “Dom Zanoni representa a luta pela defesa dos direitos sociais, compromisso com a democracia e liberdade”, ressalta.

Entre as ações marcantes do arcebispo está a criação da Paróquia São Roque, na Comunidade Quilombola Matinha dos Pretos; a primeiro quilombola do Brasil. E em maio passado, Dom Zanoni presenteou o Papa Francisco com um pandeiro feito pela mesma comunidade. Ambas as iniciativas foram divulgadas no Vatican News, portal oficial do Vaticano.

Mais sobre Dom Zanoni

Nascido dia 23 de janeiro de 1962, em Vitória da Conquista, Dom Zanoni foi ordenado padre em 1986. É formado em filosofia, teologia e mestre em teologia sistemática. Sua ordenação episcopal aconteceu em 2007, em Vitória e, no mesmo ano, sucedeu a Dom Aldo Gerna na diocese de São Mateus (ES). Por determinação do Papa Francisco, foi nomeado arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Feira de Santana, em 2014. Em 2015, assumiu a função atual.

No Regional Nordeste 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Zanoni foi escolhido como bispo referencial para a 6ª Semana Social Brasileira e membro do Grupo de Trabalho da CNBB pelo Pacto pela Vida e pelo Brasil. Em âmbito nacional, é o bispo referencial da Pastoral Afro Brasileira e membro da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso.

O que é a comenda 2 de Julho

A mais elevada honraria do Legislativo Estadual, a Comenda 2 de Julho, que faz referência ao dia de Independência da Bahia, é oferecida a personalidades que contribuem para o desenvolvimento político e administrativo do estado.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123161 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.