Brasil conquista 7 medalhas na abertura do Campeonato Mundial de Natação Paralímpica

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Maria Carolina conquistou medalha na prova dos 100 metros borboleta da classe S12.
Maria Carolina conquistou medalha na prova dos 100 metros borboleta da classe S12.

A pernambucana Maria Carolina Santiago ganhou o primeiro ouro da seleção brasileira de natação paralímpica no mundial da modalidade, que começou neste domingo (12/06/2022), na Ilha da Madeira, em Portugal.

A conquista veio na prova dos 100 metros borboleta da classe S12 (deficientes visuais). Com o tempo de 1 minuto e 07 segundos, Maria Carolina, que tem a síndrome de Morning Glory, alteração congênita na retina que reduz o campo de visão, ficou 17 centésimos à frente da italiana Alessia Berra, medalhista de prata.

A espanhola Maria Delgado Nadal fechou o pódio com 1 minuto e 09 segundos. Além do ouro, ela também ficou com a prata na prova dos 100 metros costas com o tempo de 01 minuto, 09 segundos e 68 centésimos.

Carol ainda deve competir ainda nos próximos dias nos 50 metros e nos 100 metros livre, nos 100 metros peito e em dois revezamentos. A nadadora do Grêmio Náutico União de Porto Alegre é um dos destaques da delegação verde e amarela, composta por 29 nadadores.

O outro ouro brasileiro, neste primeiro dia de disputas no complexo de piscinas olímpicas de Funchal, foi do Gabriel Bandeira da classe S14 (deficientes intelectuais). Ele foi o melhor nos 200 metros livre, com o tempo de 01 minuto 52 segundos e 42 centésimos (recorde do campeonato mundial). O segundo lugar foi do canadense Nicolas Bennet e o terceiro lugar, do australiano Benjamin Hance.

Nesta segunda, Gabriel Bandeira nada os 100m costas. As outras três pratas da equipe nacional vieram com a dupla Samuel de Oliveira, com 33 segundos e 28 centésimos, e Joana Neves, com 37 segundos e 14 centésimos, da classe S5 (atletas com limitações físico-motoras) na prova dos 50 metros livre, e com Phelipe Rodrigues, da classe S10 (atletas com limitações físico-motoras menos severas). Ele completou a prova dos 50 metros livre com o tempo de 23 segundos e 76 centésimos.

A nadadora Patrícia Santos, da classe SB3 (cadeirantes), também foi ao pódio ao obter o bronze nos 50 metros peito com o tempo de 59 segundos e 65 centésimos. O campeonato reúne aproximadamente 600 atletas de 59 países e segue até o próximo sábado (18).

*Com informações da Agência Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 122963 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.