Salvador: Cruzeiro do São Francisco sedia show de Diggo de Deus, e várias outras atrações

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Diggo de Deus, ator, cantor e compositor, é a atração de sábado no Cruzeiro do São Francisco.
Diggo de Deus, ator, cantor e compositor, é a atração de sábado no Cruzeiro do São Francisco.

Esta semana no palco do Cruzeiro do São Francisco sobem dois legítimos representantes da música baiana que nasceu nas ruas e ladeiras do Pelourinho, em Salvador. Com uma apresentação marcada pela alegria, o cantor, compositor e multi-instrumentista Dinho Reis em seu show interpreta clássicos da música baiana. Diggo de Deus e ator, cantor e compositor, começou a cantar profissionalmente na banda mirim do Olodum e depois passou a integrar a ala de canto do Bloco Olodum. Um autêntico menino do Pelô.

O Largo do Cruzeiro do São Francisco é palco, de segunda a sábado, das 18 às 21 horas, de shows com talentosos grupos e artistas que atuam na Bahia e que fazem a vida cultural do Centro Histórico mais movimentada. Os shows são patrocinados pelos restaurantes Boteco do Pelô, Cuco Bistrô, Maná Grill e Odoyá, todos localizados no Largo do Cruzeiro do São Francisco. Confira a programação dia a dia:

Terça-feira, dia 10 de maio de 2022

Dinho Reis é cantor, compositor e multi-instrumentista e apresenta em seu show um repertório variado com clássicos da música baiana, brasileira e internacional. Canta, por exemplo, sucessos de Gilberto Gil, Jorge Benjor, Olodum, Ivete Sangalo, Bob Marley, Lionel Richie e, Freddy Mercury. Sua apresentação é caracterizada pela alegria, descontração e a interação com o público. Seu repertório eclético passeia por grandes clássicos da música baiana como Faraó, Protesto Olodum, Baianidade Nagô, É d’ Oxum, sem deixar de apresentar releituras do pop rock nacional do Legião Urbana, Capital Inicial, Roupa Nova, Lulu Santos e pelo samba de Zeca Pagodinho, Alcione, Fundo de Quintal e Exaltasamba.

Quarta-feira, dia 11 de maio

O Gente do Choro é o grupo mais tradicional do choro da Bahia, formado por Carlinhos do Bandolim, Dudu Reis (cavaquinhos), Natan Drubi (violão sete cordas) e Pedro Calil (pandeiro). No repertório, choros tradicionais brasileiros, bem como composições autorais inspiradas neste gênero totalmente nacional. O grupo Gente do Choro tem mais de 20 anos de trabalho musical. É, certamente, o grupo atuante mais antigo de Salvador, talvez até da Bahia. À frente do grupo, Carlinhos do Bandolim que, ao lado do saudoso Pedrinho do Pandeiro, formou o Gente do Choro. A princípio, era apenas uma “brincadeira musical”. Vários músicos se reuniam num ponto do bairro da Liberdade e tocavam, deixando a animação e o prazer tomar conta dos presentes, na tradicional roda de choro. Hoje, o Gente do Choro possui CD gravado e está fortemente inserido no cenário musical baiano, por elevar astral e contagiar a todos com o seu ‘tempero musical’ único.

Quinta-feira, dia 12 de maio

Aline Souza é cantora e compositora nascida em Salvador. Começou a cantar na sua igreja aos três anos de idade. Dos sete aos 14 anos participou de festivais de música como os realizados pelo SESI e pelos Correios, sempre ganhando competições. Em 2016, participou do Iluminados, quadro do Domingão do Faustão, onde foi a primeira finalista. Gravou um EP “Meu Samba” com cinco músicas autorais. Viajou para o Qatar- Doha onde cantou por um ano no restaurante brasileiro “Ipanema”. Voltando de lá em 2018, continuou cantando em bares, restaurantes e eventos em Salvador. Em 2020 participou do “The Voice Brasil”, da Rede Globo, onde cantou “A Loba” e fez Iza, Lulu e Brown virarem pra ela. Aline saiu na quarta fase do programa, próximo das finais. Aline Souza tem um trabalho autoral que está disponível em todas as plataformas digitais, e também tem clipes no seu canal do YouTube alinesouzacantora.

Sexta-feira, dia 13 de maio

Claudya Costta encanta por onde passa, interpretando canções autorais e grandes sucessos da música negra brasileira.  Ela é a voz feminina do Cortejo Afro, já recebeu prêmio de melhor intérprete no Festival de música Negra no Ilê Aye, fez participação no Olodum, Muzenza, além de puxar o trio principal da Mudança do Garcia, nas segundas de carnaval. No carnaval 2020, fez homenagem, em vida, ao grande mestre do Samba, Riachão, onde cantaram juntos a canção, Cada Macaco no seu Galho. Já dividiu palco com grandes nomes da MPB como Margareth Menezes, Daniela Mercury, Mariene de Castro, Martinália, Preta Gil, Luiza Possi e abriu Show para Carlinhos Brown e Sandra de Sá, no Ilê Ayê.

Sábado, dia 14 de maio

Diggo de Deus, ator, cantor e compositor, começou a cantar profissionalmente na banda mirim do Olodum no ano de 2005 e no ano seguinte passou a integrar a ala de canto do Bloco Olodum onde esteve até o ano de 2013. Nesse período fez diversas coisas paralelas, como shows em diversas cidades da Suécia, incluindo o Brazilian Day de Estocolmo, em 2015, e em Copenhagen em 2016. Chegou à semifinal do programa Ídolos, na TV Record em 2008. Gravou como backing vocal o DVD “Santo de Casa”, da cantora Mariene de Castro e fez parte da banda Vixe Mainha no ano de 2011. Atualmente vem desenvolvendo seu trabalho autoral paralelamente a shows em barzinhos e eventos privados. Hoje no seu show Diggo mostra um pouco de todas essas experiências vividas na sua carreia, tentando ao mesmo tempo mostrar sua história e ser atual.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121611 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.