‘Festival do Licor’ elege melhor bebida de Cachoeira e movimenta economia local

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
O licor mais votado na categoria “Sabores da Bahia" receberá o selo do prêmio para envelopamento de sua próxima produção, além de R$5.000,00.
O licor mais votado na categoria “Sabores da Bahia" receberá o selo do prêmio para envelopamento de sua próxima produção, além de R$5.000,00.

Cachoeira volta a ocupar a posição de Capital do Licor na Bahia! Isso porque de 10 a 25 de junho de 2022, será realizada a terceira edição do Festival do Licor, que promove uma degustação a céu aberto dos melhores licores produzidos em Cachoeira e o concurso “Sabores da Bahia”, com licores de diversas cidades do estado que, a partir da votação do público, serão premiados. O licor mais votado na categoria “Sabores da Bahia” receberá o selo do prêmio para envelopamento de sua próxima produção, além de R$5.000,00 (cinco mil reais). As inscrições para participantes estão abertas até o dia 25 de maio e podem ser feitas no site www.festivaldolicor.com

E tudo vai acontecer na “Passarela do Licor” especialmente montada no Porto da Cidade, bem em frente à Rodoviária local, tendo como pano de fundo a centenária Ponte D. Pedro II. Na “Passarela do Licor” estarão todos os licores participantes do Festival, mais de 20 confirmados até agora, e o visitante ao entrar receberá uma caneca de barro personalizada que dará direito a uma dose de cada um dos licores inscritos.

Ao final da degustação um totem com QR Code conduzirá à página de votação no melhor licor do festival e cada pessoa votará de seu próprio celular. O acesso à “Passarela do Licor” custará R$10,00 e será agendado (dia/hora) através de sistema disponível no site do Festival, até o limite de 400 visitas por dia. No total são esperados cerca de 6 mil pessoas durante os 15 dias do evento. Em 2021 o Festival do Licor recebeu, representando a Bahia, o prêmio de Economia Criativa pela Fundação Joaquim Nabuco.

Importância econômica

O Festival do Licor contribui diretamente para fortalecer a produção e o escoamento do produto, tão prejudicado pelo contexto da pandemia, além de incrementar financeiramente os fabricos. Também contribui para a recuperação do setor turístico no Recôncavo baiano, em especial da cidade de Cachoeira, unindo setores hoteleiro, transporte, restaurantes e agências de viagens. E mais uma vez consolida a cidade de Cachoeira como Capital do Licor, reafirmando seu potencial de pólo produtor da bebida mais consumida nos festejos juninos, além de dar visibilidade aos produtores e impulsionar a venda do licor durante todo o mês de junho.

O projeto Festival do Licor iniciou suas atividades em 2018 com o mapeamento dos licores da cidade de Cachoeira, nomeada como a Capital do Licor por reunir a maior quantidade de produtores e o maior renome na produção da bebida. O sucesso foi tão grande que desde o primeiro ano em que foi lançado o Festival chamou a atenção dos produtores de licor de diversas outras cidades, interessados em participar da disputa. Isso porque a “disputa” nunca foi o foco principal do Festival e sim o mote para dar a conhecer os mais de dez fabricantes de licor que existem na cidade.

Em 2019 o festival reuniu 10 produtores de licor de Cachoeira, disputando em duas categorias – melhor licor tradicional e melhor do ano. Em 2020, com a pandemia, o Festival não pôde acontecer devido as medidas de isolamento social. O grande legado do Festival do licor, sem dúvida alguma é a visibilidade em torno dos produtores de licor, colocando-os em evidencia – não só́ os já́ tradicionalmente conhecidos – e alavancar as vendas: a maioria dos empreendimentos viu sua venda triplicar após a realização do Festival do Licor, mesmo com a pandemia.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121698 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.