Em declaração unânime, Conselho de Segurança da ONU apoia solução pacífica na Ucrânia

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Conselho de Segurança da ONU adotou declaração presidencial sobre a manutenção da paz e da segurança na Ucrânia.
Conselho de Segurança da ONU adotou declaração presidencial sobre a manutenção da paz e da segurança na Ucrânia.

O Conselho de Segurança emitiu, nesta sexta-feira (06/05/2022), uma declaração presidencial sobre a manutenção da paz e da segurança na Ucrânia.

O texto afirma a preocupação do órgão com a situação no país e recorda que todos os Estados-membros assumiram, nos termos da Carta das Nações Unidas, a obrigação de resolver seus litígios internacionais por meios pacíficos.

Apoio ao secretário-geral

O documento também expressa forte apoio aos esforços do secretário-geral da ONU, António Guterres, na busca de uma solução pacífica e solicita ao chefe das Nações Unidas que volte a falar ao Conselho de Segurança após a adoção da declaração.

Guterres falou aos membros do Conselho de Segurança nesta quinta-feira após sua visita à Rússia e à Ucrânia, onde manteve encontros separados com os presidentes Vladimir Putin e Volodimyr Zelensky.

Sobre a declaração do órgão, ele elogiou o avanço, que lembrou ser a primeira vez que houve “uma só voz pela paz na Ucrânia”.

Guterres reforçou que o mundo deve se unir para “silenciar as armas e defender os valores da Carta da ONU”. Ele adicionou que não irá “poupar esforços para salvar vidas, reduzir o sofrimento e encontrar o caminho da paz”.

México e Noruega

Antes do início da sessão, os representantes permanentes do México, embaixador Juan Ramón de la Fuente, e da Noruega, embaixadora Mona Juul, responsáveis pela declaração afirmaram que estão esperançosos com esse avanço.

Após a adoção do texto, eles afirmaram que o Conselho de Segurança deve permanecer unido para a apoiar as Nações Unidas em alcançar uma solução diplomática para o conflito e elogiaram o apoio da ONU a população ucraniana.

O embaixador mexicano reforçou que seu país e a Noruega continuam a pedir um cessar imediato da violência contra a Ucrânia.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10031 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).