Cantora Assa Matusse diz que língua portuguesa transforma sociedades

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Artista moçambicana estrela comemorações na sede da Unesco, em Paris, neste Dia Mundial da Língua Portuguesa.
Artista moçambicana estrela comemorações na sede da Unesco, em Paris, neste Dia Mundial da Língua Portuguesa.

Neste dia 5 de maio, a ONU marca o Dia Mundial da Língua Portuguesa. As celebrações são lideradas pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, e incluem uma homenagem aos escritores José Craveirinha, Agostinho Neto, Lima Barreto e José Saramago, cujo centenário também é celebrado.

A abertura do Concerto de Gala na sede da Unesco, em Paris, será feita pela cantora moçambicana, Assa Matusse, que se apresentará com o Quarteto de São Paulo, do Brasil.

Línguas locais

Em conversa com a ONU News, Assa Matusse citou a importância da língua portuguesa na união das nações lusófonas.

‘A arte tem sempre esta facilidade de juntar povos, principalmente os falantes da língua portuguesa, nos identificamos bastante, primeiro com a língua, até as nossas línguas locais, mesmo que a gente não perceba exatamente sempre tem alguma coisa que no fundo nos faz perceber e sentir…. Imagine quando a língua é mesmo português que todos nós falamos e depois temos muita semelhança rítmica em termos de música, o que facilita bastante.’

Dados da Unesco indicam que a língua portuguesa é uma das mais difundidas no mundo. O idioma é oficial num universo de mais de 280 milhões de falantes em todos os continentes. É a língua mais falada no Hemisfério Sul e também considerada a língua com uma forte extensão geográfica.

Assa Matusse é da opinião que a música é um dos elementos principais para a expansão e compreensão da língua Portuguesa.

Melodia e mensagem

‘Ouvindo música é muito fácil captar e interiorizar porque há uma melodia que já te acompanha, e se ela vem com uma mensagem assim é fácil se identificares de certa forma e seguires um novo caminho, eu beneficiei disso, minha mãe também, e tantas outras pessoas têm-se beneficiado da arte para abrir a porta a mente sobretudo saírem do analfabetismo.’

A cantora moçambicana vê o Dia Mundial da Língua Portuguesa como uma data de reflexão contínua para as nações lusófonas. Ela recorda a sua infância e partilha como teve o contato com a língua portuguesa.

‘O primeiro português em que eu falei foi através de uma música, não porque eu não percebia… o poder de cantar em português quando mais nova, com 5 anos e tudo mais, é uma forma de mostrar o quanto o poder das artes na transformação e na educação dos mais jovens e não só.’

Quarteto

Na sede da Unesco, nesta quinta feita, em 5 de maio de 2022, Dia Mundial da Língua Portuguesa, artistas da Cplp atuam em participações colaborativas entre os países.

Assa Matusse de Moçambique junta-se ao Quarteto de São Paulo (Brasil), Zalyka (Guiné-Bissau) e Té Macedo – Cantar Agostinhos Neto (Angola), e Tocatina (Cabo Verde).

Na mesma sessão, haverá homenagem póstuma aos escritores José Craveirinha, de Moçambique, Agostinho Neto de Angola, José Saramago, Portugal, e Lima Barreto, Brasil.  Será apresentada uma compilação de vídeos do patrimônio material e imaterial de cada país.

*Com informações ONU News.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121764 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.