ONU pede investigação independente sobre mortes em Bucha, na Ucrânia

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Alta comissária de direitos humanos diz que todos os corpos devem ser exumados para identificar causa da morte.
Alta comissária de direitos humanos diz que todos os corpos devem ser exumados para identificar causa da morte.

As Nações Unidas reagiram com horror às imagens, divulgadas no fim de semana, de civis mortos pelas ruas de Bucha, perto da capital Kyiv, na Ucrânia.

Segundo o governo ucraniano, mais de 410 pessoas foram assassinadas por tropas russas em Bucha e Irpin, consideradas o centro da resistência à invasão russa de 24 de fevereiro de 2022.

Conselho de Segurança

Em nota, emitida pelo seu porta-voz no domingo, o secretário-geral António Guterres disse que estava “profundamente chocado com as imagens de civis mortos em Bucha”. Ele pediu uma investigação independente que leve à prestação de contas.

Agências de notícias informam que a Rússia negou qualquer participação no crime e disse que as fotos “são uma montagem da Ucrânia”.

A Rússia teria pedido uma reunião de emergência do Conselho de Segurança para tratar do tema, mas até a manhã desta segunda-feira, não havia nenhum encontro anunciado na agenda do órgão.

Crimes de guerra

A alta comissária para Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, divulgou uma nota nesta segunda-feira se dizendo “horrorizada” com as imagens de civis mortos pelas ruas de Bucha e de valas improvisadas com corpos.

Ela citou relatos com questões sobre possíveis crimes de guerra e violações sérias do direito internacional humanitário e da lei de direitos humanos.

Agências de notícias relatam que muitas vítimas tinham marcas de tiros na nuca. Outros corpos pareciam ter sido esmagados por tratores. As valas comuns encontradas foram dentro do terreno de uma igreja. Todas essas informações foram relatadas por testemunhas e não podem ser verificadas pela ONU.

Exumação e famílias

Para Bachelet, é essencial que todos os corpos sejam exumados e identificados corretamente para que as famílias das vítimas possam ser informadas e a exata causa da morte seja conhecida.

Ela disse que todas as providências devem ser tomadas para que a cena do crime e as provas sejam preservadas.

A alta comissária da ONU reforçou o apelo do secretário-geral por investigações independentes que assegurem a verdade, a justiça e prestação de contas sobre o que ocorreu em Bucha.

Ela também lembrou que deve haver reparações para as famílias das pessoas assassinadas.

*Com informações da ONU News.

Leia +

Jornalista Glenn Greenwald diz que imagens de mortos em ruas de Bucha, na Ucrânia, carecem de autenticidade; Rússia nega qualquer envolvimento

Presidente Vladimir Zelensky defende batalhão neonazista Azov em entrevista à Fox; Operação Especial da Rússia objetiva desnazificar Ucrânia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121637 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.