Eleições 2022: Vereadora Marta Rodrigues destaca lançamento do programa de governo participativo em Feira de Santana com Jerônimo Rodrigues, pré-candidato à governador da Bahia

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Vereadora Marta Rodrigues (PT), pré-candidata à deputada federal e Jerônimo Rodrigues (PT), pré-candidato à governador. "Ele representa continuidade do processo democrático que resultou em gestões bem avaliadas na Bahia”, diz política.
Vereadora Marta Rodrigues (PT), pré-candidata à deputada federal e Jerônimo Rodrigues (PT), pré-candidato à governador. "Ele representa continuidade do processo democrático que resultou em gestões bem avaliadas na Bahia”, diz política.

A vereadora Marta Rodrigues, pré-candidata a deputada federal pelo PT, destacou neste domingo (03/04/2022) a importância do Lançamento do Programa de Governo Participativo(PGP), em Feira de Santana, com os pré-candidatos do PT e aliados, movimentos sociais da Bahia e setores da sociedade civil, que serve como ferramenta para construção de um projeto para o avanço social da Bahia com a escuta e participação da população.

“Muito importante para a Bahia e para Feira também. O PGP é um processo democrático fundamental, que está enraizado em nosso Partido das Trabalhadoras e Trabalhadores, faz parte do que somos, que é estar ao lado das pessoas para ouvi-las e trabalhar para melhorar a vida delas, levar qualidade, justiça social e combater as desigualdades”, frisou.

Marta lembra que a realização de PGPs já ocorreu em todos os governos do PT na Bahia, sendo os últimos dois coordenados pelo pré-candidato a governador do Estado, Jerônimo.

“O resultado desse trabalho, que é mais uma ferramenta de gestão, é referendado com o avanço social e com o alto índice de aprovação das gestões de Wagner e Rui. Estamos dando continuidade a esse ciclo, pois a gente entende que para cuidar da vida das pessoas é preciso ter conhecimento da realidade delas, daí a importância não só de ouvir para construir, mas também percorrer os 417 municípios baianos para ver de perto, pisar no chão para conhecer as pessoas. Essa é nossa forma de fazer política”, destacou Marta.

Para a petista, a participação popular no programa de uma gestão governamental é fundamental para diversas campos de luta, com a efetivação das políticas públicas eficientes e inclusão de orçamento para execução.

“A Bahia é outra hoje, vive um processo de governo democrático, com t escuta, respeito aos movimentos sociais, de mulheres, dos conselhos estaduais É um trabalho coletivo”, disse.

Marta lembra o compromisso com a Educação como direito universal e gratuito, área que teve investimentos importantes, quando a Bahia sai de uma universidade para seis, inaugura 20 campis universitários e 40 escolas técnicas, tendo atualmente mais de cem escolas sendo construídas noa interiores e mais de 1.5 milhões de pessoas foram alfabetizadas pelo TOPA.

Na Saúde, acrescenta Marta, as gestões do executivo estadual do PT, mesmo com o contingenciamento do SUS, continuou investindo e são 20 novos hospitais e 21 políclinicas, atuando também em Salvador, que sofre o descaso da gestão municipal na área.

“O governo da Bahia fez em Salvador o Hospital Ortopédico da Bahia e do Centro de Educação, Inovação e Formação da Bahia (CEINFOR), ampliou o Hospital Geral do Estado (HGE 2) e do Roberto Santos, Hospital do Subúrbio, fez o novo Instituto Couto Maia o Hospital Metropolitano, o Hospital da Mulher, policlínicas, além de Unidades Básicas de Saúde e dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps)”.

Segundo Marta, o PGP compõe a forma de fazer política do PT e lembrou a declaração do senador Jaques Wsgner, de que não se trata de uma gentileza, e sim de uma obrigação. “E vimos resultado positivo na vida das pessoas, pois juntos solucionamos problemas e combatemos desigualdades. É assim que nascem os programas sociais, como Luz para Todos, Bolsa Família, levando dignidade, cidadania e tirando milhares da miséria. E a população inteira pode participar, com sugestões, ideias, projetos também pela internet e pelo site pgpbahia.com.br” .

Ainda de acordo com a petista, o povo baiano não deseja o retorno do autoritarismo, do descaso e da falta de investimento vividos durante as gestões do DEM. “Seja a nível estadual, municipal e nacional, há o reconhecimento da população desse processo democrático, participativo, de garantia de direitos humanos ao lado dos movimentos sociais, dos sindicatos, das organizações da sociedade civil. A Bahia avançou socialmente e o alto índice de aprovação de Rui e Wagner mostra isso. Nossa luta é paara que a Bahia não retroceda”, declarou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121648 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.