Eleições 2022: Vereador Henrique Carballal cometna sobre disputa do grupo de ACM Neto pelo controle da Câmara Municipal de Salvador

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
O assunto mais comentado durante a manhã desta segunda-feira (25/04/2022), foi uma entrevista concedida pelo vereador licenciado de Salvador Henrique Carballal (PDT) ao Programa PNotícias, da rádio Piatã FM, apresentado por Rafael Albuquerque e Jhone Sampaio.
O assunto mais comentado durante a manhã desta segunda-feira (25/04/2022), foi uma entrevista concedida pelo vereador licenciado de Salvador Henrique Carballal (PDT) ao Programa PNotícias, da rádio Piatã FM, apresentado por Rafael Albuquerque e Jhone Sampaio.

Licenciado para se tornar um dos coordenadores da campanha de Jerônimo Rodrigues (PT) e Geraldo Júnior (MDB) ao Governo da Bahia, o vereador Henrique Carballal não economizou as palavras e sinceridade nas respostas concedidas nesta segunda-feira (25/04/2022) durante entrevista à Rádio Piatã FM.

A antecipação da eleição que reconduziu Geraldo à presidência e à reação de alguns vereadores que foram ao Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) pedir apuração, foi um dos assuntos. “Alguns podem alegar que a motivação foi eleger Carlos Muiniz presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), podem levantar qualquer hipótese, mas nenhuma hipótese pode ser apontada como irregularidade, ilegalidade. O prefeito Bruno Reis anunciou que sabia que teria a votação” ressaltou Carballal, que ainda relembrou o momento em que os vereadores estavam em frente ao Ministério Público da Bahia, passando por um momento de grande vergonha.

“Eu queria que vocês vissem a foto dos vereadores em frente ao Ministério Público da Bahia, o rosto de constrangimento de vários. Quando você participa você legitima o processo, e isso tem que ficar claro. Eles participaram, eles votaram, eles legitimaram. Eu estava no dia da votação. Fui eleitor e participei do processo. Tem alguns aspectos que precisam ser levados em consideração. Quando anuncia (a chapa) aí vem essa ação estapafúrdia. Chega a beirar a babaquice. É um negócio ridículo” enfatizou.

Segundo Carballal, a preocupação do prefeito de Salvador, Bruno Reis (UB), é notória em relação a possibilidade de Carlos Muniz assumir o comando da CMS. E com tanto incômodo fica nítido que já estão dizendo que Geraldo será vice-governador da Bahia. “Bruno Reis está imaginando como vai governar com Carlos Muniz que é um trator. Vai ter que andar na linha certinha, pois Geraldo é mais maleável, é mais de negociação. Já Muniz é osso duro de roer” afirmou.

Várias consequências partiram deste ponto de acordo com Carballal, que citou o vexame que vem passando o líder do governo na Câmara, Paulo Magalhães Júnior. “A forma como estão fazendo com Paulo Magalhães é muito ruim, pois fica parecendo que era um líder bobo, que deixou passar, que não viu o que estava acontecendo, que agora está vindo um outro que vai tomar conta. O que é isso? É preciso respeitar as pessoas. Inclusive declarei solidariedade a ele e repito: independentemente das bobagens que ele vem fazendo recentemente, queria deixar claro que o que estão fazendo com ele é fritar a liderança dele na Câmara”.

Outro assunto que esteve em pauta foi o fato de Kiki Bispo deixar a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer e retornar à CMS para ajudar na articulação política. Questionado sobre o assunto, Carballal não escondeu o que pensa sobre isso. “O vereador pode fazer interlocução com seus colegas ou com a sociedade no cargo ou no espaço que você tiver. Então, pra mim não muda absolutamente em nada a presença de Kiki, a não ser mais um chorando, mais um tentando fazer reclamação nesse periodo pelo avanço que Geraldo Júnior vem conduzindo”, concluiu.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 122968 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.