Após ‘fiasco informacional’ na Rússia, Ocidente escolhe atentados contra jornalistas russos, diz presidente Vlamir Putin

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Presidente Vladimir Putin revela fatos envolvendo neonazistas da Ucrânia com apoio dos EUA e aliados da OTAN contra o grupo étnico russo residente no país.
Presidente Vladimir Putin revela fatos envolvendo neonazistas da Ucrânia com apoio dos EUA e aliados da OTAN contra o grupo étnico russo residente no país.

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou hoje (25/04/2022) que no decorrer da operação especial da Rússia na Ucrânia foram revelados fatos de violações do direito internacional pelos nazistas, inclusive homicídios.

De acordo com o líder russo, houve provocações contra as Forças Armadas da Rússia, com envolvimento da mídia estrangeira, isso deve ser “reprimido resolutamente”.

“Já que neste campo informacional eles [países do Ocidente] também estão sofrendo derrota, enganando, claro, seus cidadãos, utilizando sua posição monopolista no espaço de informação em seus países e em alguns outros países, mas sofrendo um fiasco aqui, no território russo, passaram para o terror. Para a preparação de homicídios de nossos jornalistas”, constatou.

Em primeiro plano o Ocidente colocou a tarefa de dividir a sociedade da Rússia у destruir o país por dentro, mas nem isso consegue, afirmou Putin.

“Para nosso espanto, altos funcionários diplomáticos na Europa e nos EUA exortam seus satélites ucranianos a utilizarem todas as suas capacidades para saírem vitoriosos no campo de batalha, é assim estranha a diplomacia de nossos parceiros nos EUA e na Europa. Os diplomatas até apelam a isso. Mas à medida que percebem que isso não é possível, no primeiro plano surge outra tarefa: dividir a sociedade russa, destruir a Rússia por dentro. Mas também aqui surge um obstáculo – nem isso conseguem.”

Ele notou ainda que a sociedade russa demonstra “maturidade e união” e apoia as Forças Armadas do país e os esforços destinados a manter a segurança da Rússia e das pessoas que vivem em Donbass.

Foram detidos neonazistas que planejavam assassinato de jornalista russo por ordem de Kiev

Recentemente, o Serviço Federal de Segurança da Rússia informou ter detido neonazistas que planejavam, por ordem de Kiev, assassinar um famoso jornalista russo, Vladimir Solovyov.

O grupo de pessoas pertencia à organização terrorista neonazista Nacional-Socialismo/Poder Branco, proibida na Rússia, são cidadãos russos que planejavam, por ordem do Serviço de Segurança da Ucrânia, o assassinato da conhecida figura pública na Rússia.

A investigação está em andamento, os membros do grupo prestam depoimentos.

Apesar da pressão sancionatória, Putin apela que se deixe trabalhar as empresas estrangeiras que ficaram

O presidente Putin constata que a Federação da Rússia encarou uma pressão sancionatória sem precedentes.

“Ultimamente a Rússia tem enfrentado uma pressão de sanções sem precedentes por parte dos países ocidentais”, de acordo com suas palavras. Com o início da operação militar especial russa a pressão aumentou ainda mais.

Mesmo assim, a economia russa tem possibilidades de funcionar “estavelmente e sem falhas” até nas condições atuais, ressaltou Vladimir Putin.

Ao mesmo tempo, o mandatário convocou para que se deixasse trabalhar as empresas estrangeiras que ficaram na Rússia, apesar da pressão.

Além disso, Putin apelou a que se apoiasse os empresários russos, sugerindo utilizar inclusive medidas de redução da carga administrativa.

*Com informações da Sputnik Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121651 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.