Rússia não vai enviar gás gratuitamente para a Europa; “Não faremos caridade”, diz Governo Putin; Violação da soberania e de contratos motivou atuação

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Conjunto de sansões ilegais praticadas elos EUA e aliados da OTAN motivou nova política de exportação do gás da Rússia.
Conjunto de sansões ilegais praticadas elos EUA e aliados da OTAN motivou nova política de exportação do gás da Rússia.

A Rússia não pretende fornecer gás de graça se a União Europeia se recusar a pagá-lo em rublos, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

“Definitivamente, não vamos fazer uma caridade e enviar gás gratuitamente para a Europa”, disse Peskov, após ser perguntado se a Rússia cortaria o gás para países que se recusassem a efetuar o pagamento em rublos.

A entrevista feita para a PBS, realizada em inglês, compreendeu uma série de assuntos, entre eles as recentes declarações do presidente Joe Biden sobre a posição política de Vladimir Putin, e o fornecimento de gás à Europa.

O porta-voz do Kremlin ainda disse que a decisão final sobre a recusa de pagar o gás russo em rublos ainda não foi tomada.

Na semana passada, o presidente Vladimir Putin instruiu o Banco Central , a Gazprom e o governo a organizar a transferência de pagamentos de gás de países hostis em rublos.

Ao mesmo tempo, salientou que as entregas continuarão de acordo com os contratos existentes, uma vez que a “Rússia valoriza​ sua reputação”. O primeiro relatório sobre a execução da ordem no Kremlin é esperado para 31 de março.

O ministro da Economia alemão, Robert Habeck , disse na segunda-feira (28) que os países do G7 não concordam com a exigência da Rússia de pagar o gás em rublos e consideram tal medida “quebra unilateral de contratos”.

Comentando a declaração do ministro alemão, Ivan Abramov, autoridade do comitê de política econômica da Rússia, observou que a recusa “levará definitivamente à interrupção do fornecimento de gás”.

Presidente Vladimir Putin instrui Gazprom a realizar contratos de gás com Europa em rublos

Foi tomada a decisão de converter os pagamentos de fornecimento de gás à Europa em rublos o quanto antes, afirmou Putin.

Desta forma, a Rússia converterá em rublos os pagamentos pelo fornecimento de gás a países considerados hostis.

“Não faz sentido receber o pagamento em dólares e euros pelo fornecimento de nossos produtos aos EUA e à UE”, afirmou Putin.

Putin instrui o Banco Central do país para determinar os procedimentos para realização de operações com a Europa em rublos em uma semana.
Neste cenário, a moeda russa já apresentou sinais de recuperação em relação ao dólar.

Por sua vez, a Rússia seguirá fornecendo gás em quantidade e pelos preços fixados nos contratos firmados anteriormente, já que valoriza sua reputação, observou o presidente russo.

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que nas últimas semanas vários países ocidentais tomaram decisões ilegítimas de congelamento de ativos da Rússia, o que acabou com a confiança nas moedas desses países.

“Nas últimas semanas, como todos sabem, diversos países ocidentais tomaram medidas ilegítimas sobre o chamado congelamento de ativos russos. Este Ocidente coletivo acabou com a confiança em suas moedas, já falamos sobre isso. Tanto os EUA quanto a UE declararam uma verdadeira suspensão de suas obrigações perante a Rússia. Agora todo o mundo sabe, além de já ter suspeitado, mas agora já sabe, que as obrigações em dólares e euros podem não ser cumpridas”, destacou o presidente russo.

Operação Militar Especial da Rússia na Ucrânia

Após o início da operação militar especial russa na Ucrânia em 24 de fevereiro, países ocidentais impuseram uma grande gama de sanções à Rússia, incluindo o congelamento dos ativos do Banco Central do país em diferentes partes do mundo, algo a que o Kremlin chamou de “guerra econômica”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121810 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.