Presidente Jair Bolsonaro decide demitir Joaquim Silva e Luna da presidência da Petrobras; Economista Adriano Pires é indicado

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Adriano Pires é doutor em Economia Industrial pela Universidade Paris 8 (1987), mestre em planejamento energético pela Coppe/UFRJ (1983) e economista formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980), Pires tem 64 anos atua há mais de 30 na área de energia.
Adriano Pires é doutor em Economia Industrial pela Universidade Paris 8 (1987), mestre em planejamento energético pela Coppe/UFRJ (1983) e economista formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980), Pires tem 64 anos atua há mais de 30 na área de energia.

Em meio à crise econômica, general da reserva Joaquim Silva e Luna não conseguiu resolver o problema da escalada dos preços dos combustíveis da petrolífera brasileira, que afeta diretamente o bolso do consumidor em ano eleitoral.

De acordo com o jornal Valor Econômico, o presidente Jair Bolsonaro (PL), decidiu substituir o general da reserva Joaquim Silva e Luna na presidência da Petrobras.

A informação foi confirmada por fontes militares – ligadas ao próprio Silva e Luna – e por fontes do governo federal, sendo o anúncio feito possivelmente ainda hoje (28/03/2022).

A troca na liderança da estatal foi discutida em reunião nesta segunda-feira (28/03/2022) entre Jair Bolsonaro, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e os comandantes das três Forças Armadas no Palácio do Planalto.

O nome mais cotado para substituir Silva e Luna é o de Adriano Pires, especialista em energia e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e sócio-fundador do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE).

De acordo com a mídia, Silva e Luna não tinha mais o apoio de militares do governo e o nome de Pires seria técnico e sustentaria transformações da companhia.

Nas últimas semanas, Bolsonaro levou a público em discursos a irritação com o chefe da Petrobras, o criticando por não ter aguardado a sanção do pacote de combustíveis aprovado no Congresso antes de anunciar o aumento de até 18% no preço da gasolina.

Antes de se presidente da Petrobras, Silva e Luna foi ministro da Defesa (2018-2019) da gestão de Michel Temer e depois chamado por Bolsonaro para ser chefe da petrolífera brasileira em 16 de abril de 2021.

Declaração do coordenador geral da FUP sobre as mudanças na gestão da Petrobrás

Para Deyvid Bacelar, coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), a indicação de Adriano Pires para a presidência da Petrobrás não resolverá a crise dos combustíveis. “O indicado do Governo Federal vem para acelerar a privatização da estatal e assumir o eventual desgaste pela crise no lugar do presidente Jair Bolsonaro. Já estou esperando declarações como ‘os preços estão altos por causa dos altos salários da estatal’ ou ‘privatizar e usar o dinheiro como subsídio é a melhor saída para baixar os preços dos combustíveis’, afirmou o dirigente.

Bacelar ressalta que a FUP já agendou a Plenária Nacional dos Petroleiros (X Plenafup) com o tema “Basta de retrocesso! Pela reconstrução do Brasil”. O encontro acontecerá de 5 a 7 de maio, quando serão deliberadas ações contra os ataques do Governo do presidente Jair Bolsonaro em direção à Petrobrás. “Cerca de 200 petroleiros e lideranças sindicais vão discutir sobre privatização, a atual política de preços dos combustíveis e a retirada de direitos históricos da categoria petroleira desde 2019. Outro tema da plenária será o apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo de reconstrução do Brasil a partir de empresas públicas e estatais fortes, como a Petrobrás, com apresentação de proposta para o setor de energia do país.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121695 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.