Oito anos da reunificação da Crimeia com a Rússia | Por Vladimir Putin, presidente

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
O presidente Vladimir Putin participou na sexta-feira (18/03/2022) do concerto que marcou oito anos da reunificação da Crimeia com a Rússia, em evento sediado no Centro Esportivo Luzhniki, em Moscou, Rússia.
O presidente Vladimir Putin participou na sexta-feira (18/03/2022) do concerto que marcou oito anos da reunificação da Crimeia com a Rússia, em evento sediado no Centro Esportivo Luzhniki, em Moscou, Rússia.

Nós, a nação multiétnica da Federação Russa, unidos pelo destino comum em nossa terra…” Estas são as primeiras palavras de nossa lei fundamental, a Constituição Russa. Cada palavra tem um significado profundo e um significado enorme.

Em nossa terra, unidos pelo destino comum. Isso é o que o povo da Crimeia e Sebastopol deve ter pensado quando foi ao referendo em 18 de março de 2014. Eles viviam e continuam a viver em suas terras e queriam ter um destino comum com sua pátria histórica, a Rússia. Eles tinham todo o direito a isso e alcançaram seu objetivo. Vamos parabenizá-los primeiro porque é o feriado deles. Feliz aniversário!

Ao longo desses anos, a Rússia fez muito para ajudar a Crimeia e Sebastopol a crescer. Havia coisas que precisavam ser feitas que não eram imediatamente óbvias a olho nu. Eram coisas essenciais, como fornecimento de gás e energia, infraestrutura de serviços públicos, restauração da rede rodoviária e construção de novas estradas, autoestradas e pontes.

Precisávamos tirar a Crimeia dessa posição humilhante e afirmar que a Crimeia e Sebastopol haviam sido empurradas quando faziam parte de outro estado que apenas fornecera financiamento remanescente para esses territórios.

Há mais do que isso. O fato é que sabemos o que precisa ser feito em seguida, como precisa ser feito e a que custo – e cumpriremos todos esses planos, com certeza.

Essas decisões não são tão importantes quanto o fato de que os moradores da Crimeia e Sebastopol fizeram a escolha certa quando colocaram uma barreira firme contra neonazistas e ultranacionalistas. O que estava e ainda está acontecendo em outros territórios é a melhor indicação de que eles fizeram a coisa certa.

As pessoas que viviam e vivem em Donbass também não concordaram com este golpe de estado. Várias operações militares punitivas foram instantaneamente encenadas contra eles; eles foram sitiados e submetidos a bombardeios sistêmicos com artilharia e bombardeios por aeronaves – e isso é realmente o que é chamado de “genocídio”.

O principal objetivo e motivo da operação militar que lançamos no Donbass e na Ucrânia é aliviar essas pessoas do sofrimento, desse genocídio. Neste ponto, recordo as palavras da Sagrada Escritura: “Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos”. E estamos vendo quão heroicamente nossos militares estão lutando durante esta operação.

Estas palavras vêm da Sagrada Escritura do Cristianismo, do que é estimado por aqueles que professam esta religião. Mas a conclusão é que este é um valor universal para todas as nações e todas as religiões na Rússia, e principalmente para o nosso povo. A melhor prova disso é como nossos companheiros estão lutando e agindo nesta operação: ombro a ombro, ajudando e apoiando uns aos outros. Se for preciso, eles se cobrirão com seus corpos para proteger seu companheiro de uma bala no campo de batalha, como fariam para salvar seu irmão. Já faz muito tempo desde que tivemos essa união.

Aconteceu que, por pura coincidência, o início da operação foi no mesmo dia do aniversário de um de nossos destacados líderes militares que foi canonizado – Fedor Ushakov. Ele não perdeu uma única batalha ao longo de sua brilhante carreira. Ele disse uma vez que essas tempestades glorificariam a Rússia. Era assim em seu tempo; é assim hoje e sempre será!

Obrigado!

*Vladimir Putin, presidente da Federação da Rússia.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123073 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.