Eleições 2022: Vereador critica censura do TSE a liberdade de expressão de artistas durante edição 2022 do ‘Lollapalooza’; Pabllo Vittar e outros declaram apoio à Lula para presidência da República

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Vereador Luiz Carlos Suíca (PT de Salvador) lamenta que oposição magalhista apoie censura do TSE à manifestação de artistas. "Comemorar censura é o cúmulo do absurdo”, diz.
Vereador Luiz Carlos Suíca (PT de Salvador) lamenta que oposição magalhista apoie censura do TSE à manifestação de artistas. "Comemorar censura é o cúmulo do absurdo”, diz.

O vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), rebateu as declarações de Alexandre Aleluia (UB) que comemorou decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra manifestações espontâneas de artistas em festival internacional de música em São Paulo, o Lollapalooza 2022. Neste domingo (27/03/2022), após ler a fala do edil ultraconservador e bolsonarista, Suíca considerou o caso como mais um episódio de censura imposto pelo governo federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Bolsonaro não aguenta um aperto que corre para judicializar o que sempre vai perder. A opinião pública está de olho. Aleluia ignora atos muito mais enfáticos que uma bandeira de Lula no palco de shows. O TSE, por exemplo, permitiu que Magno Malta pedisse voto para o presidente em evento oficial do governo, mas artistas protestando contra Bolsonaro é campanha antecipada? Isso é evidente que é censura. É o cúmulo do absurdo um representante do povo celebrar censura. Deveria ter vergonha. Deixa o povo escolher seu presidente!”, dispara Suíca.

O vereador petista também lembrou do encontro nacional do PL com Fernando Collor de Melo, general Augusto Heleno, Valdemar Costa Neto e Bolsonaro, em Brasília, neste domingo. “É a nova política com as mesmas caras agourentas de antes. Tudo de ruim representado na política está do lado de Bolsonaro. É preciso ficar de olho nas eleições deste ano para não cometermos os mesmos erros de outrora”, reforça Suíca.

Ele ainda alerta aos jovens baianos que estão com 16 anos ou farão até aniversário até outubro para que tirem o título de eleitor. “Serão fundamentais para tirar Bolsonaro e sua trupe de corruptos do governo. O único nome para vencer essa batalha é o de Lula, por isso esse desespero dos ‘bolsominions””, completa.

Nota do PT: ‘Censura a artistas do Lollapalooza remete aos tempos da ditadura’

A ação que motivou a decisão liminar foi movida por representantes de um governo que manifestamente repudia o debate, os artistas, a própria democracia, denuncia o PT.

Governo Bolsonaro censura artistas

O Partido dos Trabalhadores repudia e recebe com extrema preocupação a decisão liminar de ministro do TSE sobre manifestações de artistas no Festival Lollapalooza, neste final de semana.

A decisão liminar remete aos tempos sombrios da censura prévia, que se abatia sobre artistas e todos que se manifestavam pela democracia em nosso país.

A luta pela democracia e liberdade de expressão custou o sacrifício e até a vida de brasileiros e brasileiras. E não teria sido vitoriosa sem a coragem de quem se manifestou contra o arbítrio, de quem expressou suas posições nos palcos ou nas ruas.

A ação que motivou a decisão liminar foi movida por representantes de um governo que manifestamente repudia o debate, os artistas, a própria democracia.

Não há e nunca houve qualquer relação entre o PT e os organizadores do festival. Mas temos um compromisso originário com a liberdade de expressão, que não pode ser tolhida, esteja ou não o país em ano de eleições presidenciais.

O PT está avaliando as medidas jurídicas cabíveis para restabelecer a liberdade de expressão, confiando que a Justiça corrigirá este grave erro. E somos solidários aos artistas atingidos pela decisão liminar.

Ninguém vai calar a voz do povo, ninguém vai amordaçar a democracia.

Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT;

Paulo Teixeira, Secretário-Geral do PT;

Marcio Tavares, Secretário Nacional de Cultura;

Janaína Oliveira, Secretária Nacional LGBT.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10032 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).