Eleições 2022: Mais 15 deputados migram para o PL em apoio à reeleição de Jair Bolsonaro; União Brasil tem redução de 16 parlamentares; Confira lista

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Ex-prefeito ACM Neto (UB), candidato ao governo da Bahia e o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição. Legendas dos políticos de direita e extrema direita trocam filiados. Partido do magalhista perde filiados para o PL.
Ex-prefeito ACM Neto (UB), candidato ao governo da Bahia e o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição. Legendas dos políticos de direita e extrema direita trocam filiados. Partido do magalhista perde filiados para o PL.

Desde o início do período legal de mudança de legenda para os que possuem mandato, conhecido como janela partidária, 28 deputados federais trocaram de agremiação política, sendo 22 envolvendo apenas o Partido Liberal (PL), com 19 chegadas e três saídas, segundo um levantamento do portal G1.

O partido que mais perdeu filiados foi o União Brasil (UB), legenda resultante da fusão do PSL com o DEM e que tem, na Bahia, ACM Neto como candidato ao governo do estado. 

Desde a autorização concedida pela Justiça Eleitoral, em 8 de fevereiro, a legenda de direita e extrema-direita perdeu 16 deputados federais. A maior parte seguiu para o PL em apoio à Jair Bolsonaro, outros foram para o Republicanos, partido que, também, apoia o presidente extremista de direita.

A fusão partidária que criou o UB resultou em uma bancada na Câmara dos Deputados formada por 81 parlamentares. Segundo estimativas, a legenda deverá disputar as Eleições 2022 com 50 deputados federais e pode perder o posto de maior bancada para o PT e o PL.

As mudanças de legendas 

Das 28 mudanças, 15 foram anunciadas neste sábado (12/03/2022), todas de parlamentares que se abrigaram no partido do presidente Jair Bolsonaro (PL), filiado à sigla desde novembro de 2021, após dois anos sem partido.

O movimento foi promovido em um evento de filiação na sede nacional do PL, em Brasília, segundo informação da assessoria do partido noticiada pelo G1.

Os deputados que chegam ao PL são os seguintes: Sóstenes Cavalcante (RJ); Coronel Chrisóstomos (RO); Cabo Junior Amaral (MG); Márcio Labre (RJ) Bibo Nunes (RS); Carlos Jordy (RJ); Loester Trutis (MS); Sanderson (RS); Daniel Freitas (SC); Luiz Lima (RJ); Marcelo Álvaro Antônio (MG); Delegado Eder Mauro (PA); Capitão Alberto Neto (AM); Luiz Phelippe de Orleans Bragança (RJ); e Nelson Barbudo (MT).

Entre as outras 13 movimentações da janela, também se filiaram ao PL Caroline de Toni (SC), Daniel Freitas (SC), Luiz Lima (RJ) e Delegado Éder Mauro (PA). Os três primeiros deixaram o União Brasil e o último estava no PSD.

As mudanças que não envolveram o partido de Bolsonaro foram as seguintes: Da Vitória (ES), do Cidadania e para o PP; Diego Garcia (PR), do Podemos para o Republicanos; Luis Miranda (DF), do União Brasil e para o Republicanos; Marcos Aurélio Sampaio (PI), do MDB e para o PSD; Nivaldo Albuquerque (AL), do PTB e para o Republicanos; e Ricardo Izar (SP), do PP para o Republicanos.

Mudanças na Bahia

Abílio Santana (BA), Capitão Fábio Abreu (PI) e Vicentinho Júnior (TO) fizeram o movimento contrário, migrando do PL para PSC, PSD e PP, respectivamente.

Prazo para troca

A janela partidária, que começou em 3 de março e vai até 1º de abril de 2022, é o período no qual deputados federais, estaduais e distritais ficam autorizados a trocar de partido sem correr o risco de perder o mandato.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121700 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.