Secretário de Administração Penitenciária da Bahia pede desligamento; Nestor Duarte deixa governo Rui Costa em decorrência da ruptura anunciada pelo deputado Marcelo Nilo

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Nestor Duarte Neto deixa Governo Rui Costa depois de 11 anos de participação em gestões do PT da Bahia.
Nestor Duarte Neto deixa Governo Rui Costa depois de 11 anos de participação em gestões do PT da Bahia.

O secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, da Bahia Nestor Duarte Neto, entregou carta ao governador Rui Costa, nesta terça-feira (08/02/2022), solicitando a exoneração do cargo. O ex-deputado federal constituinte alegou motivos pessoais e questões políticas para tomar a decisão.

A gestão de Nestor Duarte à frente da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), iniciada em 2011, foi marcada pela modernização e aparelhamento do sistema penitenciário da Bahia, com destaque para a construção de novas unidades prisionais e a ampliação do número de vagas, contribuindo para um processo de custódia humanizada da pessoa privada de liberdade, por meio dos diversos processos de ressocialização.

No arcabouço das ações capitaneadas por Nestor Duarte ganha igual destaque a implantação da Inteligência Penitenciária e da Central e dos Núcleos de Monitoração Eletrônica de Pessoas (tornozeleira eletrônica) e dos Núcleos de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas no interior do estado e, principalmente, o processo de valorização dos servidores penitenciários, através de investimentos na aquisição de fardamentos, armamentos institucionais, equipamentos, veículos operacionais e capacitação.

Nestor Duarte agradeceu a confiança nele depositada pelo governador Rui Costa e pelo ex-governador e atual senador Jaques Wagner e informou que permanecerá fiel a sua história política, sempre ao lado das forças progressistas e do desenvolvimento social.

Eleições 2022

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) anunciou ruptura com o governador Rui Costa (PT) e com o senador Jaques Wagner (PT), pré-candidato ao governo da Bahia nas Eleições 2022. 

Marcelo Nilo qualificou os petistas como fraudes adeptas do carlismo, enquanto ele próprio deixou o projeto petista de poder para se aliar a ACM Neto (DEM), candidato ao governo da Bahia. 

ACM Neto ofereceu a vaga de candidato ao Senado Federal à Marcelo Nilo que, por seu turno, saiu atirando nos ex-aliados com argumentos pouco convincentes, uma vez que ele próprio aderiu ao magalhismo. 

“Rui Costa e Jaques Wagner são uma fraude. Ganharam com um discurso de mudança, para derrotar o carlismo. E geriram o Estado com o carlismo: 50% do secretariado é de origem carlista, assim como 50% dos deputados federais e estaduais. Tanto é assim que são apaixonados por pessoas oriundas do carlismo, que são Otto Alencar e João Leão”, declarou Marcelo Nilo, ao comentar a saída de Nestor Duarte do governo petista após 11 anos de participação nas gestões estaduais.

“Na primeira vez em que falei com ACM Neto, ele [Nestor] me comunicou que não me acompanharia. Eu respeito. Agora, ele pediu demissão”, acrescentou o parlamentar.

Nilo disse que a relação pessoal de amizade com Nestor permanece e elogiou o período à frente da Seap.

*Com informações do Jornal A Tarde.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121819 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.