Feira de Santana: Poluição sonora lidera queixas do ‘Fala Feira 156’

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Fala Feira 156 dispõe de aplicativo disponível nas plataformas Android e iOS, sem horário específico, e a central telefônica, que funciona das 7 às 1 horas.
Fala Feira 156 dispõe de aplicativo disponível nas plataformas Android e iOS, sem horário específico, e a central telefônica, que funciona das 7 às 1 horas.

Denúncias de poluição sonora lideram as reclamações do’ Fala Feira 156’ com 13.984 queixas, o que representa 32% das solicitações em Feira de Santana. Seguido da iluminação pública, com 12.871 (29%). Em terceira posição, solicitações relacionadas à Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), com 3.038 (7%).

Ainda, recolhimento de animais mortos ocupa a quarta posição, com 2.074 solicitações (5%), limpeza de ruas com 1.047 chamados (3%) e em sexta posição o serviço de tapa buraco com 996 (2%). Somente no ano passado, 44.791 solicitações foram recebidas pelo canal de comunicação.

O serviço da Prefeitura de Feira oferece à população a oportunidade de solucionar demandas relacionadas à limpeza pública, melhoria na pavimentação, questões ligadas ao trânsito, entre outros serviços.

O Fala Feira 156 dispõe de aplicativo disponível nas plataformas Android e iOS, sem horário específico, e a central telefônica, que funciona das 7 às 1 horas. Além da equipe que atua no Centro de Controle Operacional (CCO), cada secretaria dispõe de um representante para dar mais agilidade na solução das demandas.

Segundo a coordenadora da central, Mariluce Araújo, o serviço funciona como um mediador entre a população e o poder público. Cada protocolo registrado gera uma ordem de serviço e, no caso do aplicativo, permite que o cidadão anexe imagens. No entanto, algumas situações dificultam a solução do problema, como é o caso do endereço incompleto.

“Muitas vezes o denunciante não menciona o endereço e muito menos um ponto de referência. Nestes casos, pelo aplicativo, temos o recurso de entrar em contato questionando a informação, mas nem sempre temos retorno”, destacou.

Outra situação apontada pela coordenadora são as reclamações de que a central telefônica não atende as ligações.

“Identificamos falha por parte das operadoras de telefonia, que não permitem que a ligação chegue até a nossa central. Orientamos que a população fique atenta se a ligação está chamando e quando há fila de espera tem o toque de uma música. Quando fica mudo significa problema com a operadora”, explica Mariluce.

O secretário Executivo do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil e coordenador do CCO, vinculado à Secretaria Municipal de Prevenção à Violência (Seprev), Luziel Andrade, afirma que o órgão tem atuado para aperfeiçoar as ferramentas e estatísticas. “Esse sistema tem grande importância para a população. Nele cada pasta pode tomar conhecimento das demandas existentes e promover a solução. É um programa que veio agregar e facilitar”, pontuou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123119 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.