Camaçari: Moradores de Busca Vida redobram os cuidados para o período de defeso do caranguejo-uçá

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Moradores da praia de Busca Vida, em Camaçari, litoral norte da Bahia, estão redobrando os cuidados para o período do defeso.
Moradores da praia de Busca Vida, em Camaçari, litoral norte da Bahia, estão redobrando os cuidados para o período do defeso.

Além da realização das diversas ações anuais, como palestras e exposições aos colaboradores e moradores no programa ‘Nossa Praia é Vida’, o Condomínio Busca Vida (CBV) vem trabalhando na preservação da natureza e na educação ambiental. Conhecida por ser um berçário natural de tartarugas marinhas e de reprodução natural de diversas espécies, moradores da praia de Busca Vida, em Camaçari, litoral norte da Bahia, estão redobrando os cuidados para o período do defeso, em que as atividades de pesca, caça, transporte, industrialização e comercialização de espécies ficam vetadas ou controladas, visando a sua preservação.

“Nestes meses de fevereiro e março, por exemplo, estamos conscientizando moradores e colaboradores para o defeso, uma época variável e que é estabelecida de acordo com o período em que determinado animal costuma entrar em reprodução”, explicam Petra Schaeber e Eduardo Cesana, integrantes da Comissão de Meio Ambiente do CBV. De acordo com os ambientalistas, o período de defeso do caranguejo-uçá, por exemplo, ocorre em quatro momentos diferentes. Agora em fevereiro de 2022, foi do dia 02 a 07, que correspondeu à fase de lua nova. Ao final do mês, há o defeso de 17 a 22 (lua cheia). O mesmo acontece em março entre os dias 03 e 08, e entre 19 e 24.

“Essa preocupação e os cuidados com o meio ambiente estão no DNA do Condomínio Busca Vida, que está localizado em uma Área de Preservação Ambiental (APA), e atua com o direcionamento de especialistas em diversas frentes, inclusive em âmbito marítimo”, reafirma Petra Schaeber. Isso porque a praia de Busca Vida é uma das preferidas por diversos animais, por ser silenciosa e escura, não ter um grande volume de banhistas e com batimento leve das ondas.

Segundo a equipe da Comissão de Meio Ambiente do CBV, é por esta razão que os humanos devem adotar uma série de cuidados, como manter a área escura ou com luzes adequadas, não deixar cadeiras, sombreiros e outros equipamentos fixos na areia, andar de coleira com os animais de estimação e não usar veículos na praia.

Com relação às tartarugas-marinhas, as fêmeas saem do mar e procuram desovar acima da linha da maré, na região da areia mais seca. Em cada ninho, são colocadas uma média de 120 ovos, que demoram cerca de 60 dias até a eclosão. Durante todo o processo, a Comissão de Meio Ambiente prepara a abertura de ninhos e o acompanhamento seguro das caminhadas de filhotes de tartarugas ao mar durante quatro décadas, embora essa última esteja suspensa por conta da pandemia.

Existem sete espécies no mundo, todas ameaçadas de extinção, sendo que cinco delas se encontram no Brasil e quatro na Bahia. A praia de Busca Vida é importante paraa tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga oliva (Lepidochelys olivacea) e a tartaruga verde (Chelonia mydas).

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123006 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.