ALBA: Governo Rui Costa comemora escândalo dos respiradores usando maquiagem, diz deputado Tiago Correia

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Deputado estadual Tiago Correia (PSDB-BA).
Deputado estadual Tiago Correia (PSDB-BA).

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) ironizou a comemoração feita pelo governo da Bahia sobre uma suposta expectativa de devolução dos recursos pagos antecipadamente por respiradores à empresa norte-americana Ocean 26 Inc.

Para Correia, o problema maior sempre foi a Hempcare, que desapareceu com R$ 49 milhões, após o Consórcio do Nordeste – até então presidido pelo governador Rui Costa –, comprar 300 respiradores de forma antecipada, os equipamentos nunca terem chegado e nem o valor devolvido.

“O governo tenta maquiar o escândalo dos respiradores com teatro, fazendo a população acreditar que o problema foi resolvido. A população não é besta e nunca foi. A devolução de todo o dinheiro é obrigação, e não deveria ser comemorado”, disse.

De acordo com o deputado, “a empresa que recebeu o dinheiro é especializada em vender produtos da maconha”. “A compra inicial dos respiradores seria na China, em uma empresa da área de construção. É muita lambança. E ninguém do PT fala das milhares de pessoas que morreram por falta dos equipamentos”, completou.

A situação envolvendo quase R$ 50 milhões de dinheiro público com a Hempcare já dura cerca de dois anos sem solução.

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte indiciou por improbidade administrativa membros do alto escalão da administração estadual, além de servidores públicos e empresários na investigação que trata sobre a compra frustrada dos respiradores.

Segundo investigações sobre o caso, metade do valor pago foi destinada a propina para agentes públicos que participaram da negociação. O caso está sob a responsabilidade do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10110 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).