SDE conhece primeiro centro de computação quântica do Brasil no Senai Cimatec Salvador; LAQCC objetiva disseminar tecnologia no país

Vista do centro de computação quântica do Senai Cimatec Salvador.
Vista do centro de computação quântica do Senai Cimatec Salvador.

Em visita ao Campus Integrado de Manufatura e Tecnologias do Senai Cimatec Salvador, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal, conheceu nesta terça-feira (18/01/2022), o Latin American Quantum Computing Center (LAQCC), primeiro Centro de Computação Quântica da América Latina, instalado no Senai Cimatec da avenida Orlando Gomes.

Com o objetivo de disseminar a tecnologia quântica no país, o LAQCC visa impulsionar a capacitação de mão de obra e incentivar pesquisas científicas nas mais diversas áreas, a exemplo de química e biologia. Facilitando a formação de pesquisadores, programadores, engenheiros e técnicos como uma das bases para consolidação de um ecossistema de computação quântica nacional e internacional.

“Tive a oportunidade de conhecer a estrutura do Cimatec e fiquei encantado com toda tecnologia dos supercomputadores que temos a disposição do desenvolvimento. É uma estrutura de primeiro mundo a disposição da indústria para experimentos e desenvolvimentos de novas tecnologias. São tecnologias de segurança industrial, automotivas e de saúde que estão inseridas no nosso dia a dia” ressalta Leal

O titular da SDE, Nelson Leal, finaliza reconhecendo a importância da parceria pública e privada para o crescimento da Bahia “o Senai Cimatec é um importantíssimo parceiro da indústria e nos da SDE, representantes do governo do Estado, queremos ampliar nossas parcerias e dessa forma, proporcionar uma industrialização do interior do estado de forma eficiente e sustentável com o melhor que a tecnologia pode nos adequar”

“A SDE, a secretaria que cuida do desenvolvimento econômico literalmente do nosso estado, para que a gente possa ter essa interatividade, ter a oportunidade de discutir novos projetos, atrações de investimento, tendo o conhecimento amplo do Senai Cimatec que está muito mais capacitado, que nenhum estado tem no nível que nós temos hoje. Então a medida que nós trabalhamos juntos, temos parceria, temos cumplicidade e que todos os entes da SDE, Secretário e sua equipe conhece a fundo todas as nossas competência fica muito mais fácil essa interatividade e essa atração de investimentos e suas conquistas”, disse o presidente da Federação das Industrias da Bahia, Ricardo Alban.

O secretário Nelson, ao lado do presidente da FIEB, Ricardo Alban, do Coordenador de Projetos do SENAI CIMATEC (Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia), Walter Pinheiro, do superintendente da SDE, Paulo Guimarães, conheceu as estruturas do Lean Manufacturing (Fabrica Modelo 4.0), também visitou o Centro de Competência em Robótica e Automoção e o Centro de Supercomputação, Laboratório de Microeletrônica, ISI de Saúde.

O Senai Cimatec é um centro de pesquisa, desenvolvimento e inovação em tecnologias da robótica autônoma aos sistemas de saúde, computação quântica e inteligência artificial, totalizando 44 áreas de atuação em sua estrutura educacional e pesquisa.

SENAI CIMATEC e Atos lançam o primeiro centro de computação quântica no Brasil

Em 5 de maio de 2021, o SENAI CIMATEC, instituição referência em educação, pesquisa e inovação, e a Atos, líder global em transformação digital, estão lançando o primeiro centro de computação quântica no Brasil, o Latin America Quantum Computer Center (LAQCC).

O LAQCC visa disseminar a tecnologia quântica no país, impulsionar a capacitação de mão de obra e incentivar pesquisas científicas nas mais diversas áreas, como química e biologia. Além disso, também vai facilitar a formação de pesquisadores, programadores, engenheiros e técnicos como uma das bases para consolidação de um ecossistema de computação quântica nacional e internacional.

O Centro de Supercomputação do SENAI CIMATEC é capaz de realizar estudos de impacto, roadmaps tecnológicos, investigações de algoritmos e projetos de pesquisa aplicada. Além disso, o LAQCC fará parte de uma rede mundial de uso e pesquisa em computação quântica e será o ponto de partida para o desenvolvimento de ensaios teóricos, provas de conceito, simulações, além de ser utilizado como plataforma de treinamento dos pesquisadores nesta nova tecnologia.

“O SENAI CIMATEC foi a primeira instituição voltada para Quantum Computing Technology – QCT na Bahia e uma das poucas em âmbito nacional. Com a parceria da Atos, estamos nos lançando como um novo player no desenvolvimento científico e tecnológico do disruptivo ramo da Computação Quântica”, afirma o diretor de Tecnologia e Inovação do SENAI CIMATEC, Leone Peter Andrade.

Impacto da computação quântica no Brasil

O Latin America Quantum Computing Center confere ao SENAI CIMATEC e parceiros destaque internacional no setor de computação avançada e cumprirá um papel importante de difusão tecnológica para empresas, governos e academia. Desta forma, o centro será um importante aliado ao desenvolvimento contínuo da ciência, tecnologia e inovação no país.

“A aplicação dessa tecnologia [computação quântica] está sendo cada vez mais requisitada. Com soluções nesse sentido, pesquisas dos mais diversos segmentos serão aceleradas e se tornarão mais assertivas”, diz Luis Casuscelli, diretor de Big Data e Security da Atos América do Sul. Segundo o executivo, esse avanço é possível por conta da integração entre tecnologia quântica e os supercomputadores, máquinas de alto desempenho (High Performance Computing, HPC, em inglês).

Com velocidade de processamento e capacidade de memória milhares de vezes superiores aos computadores comerciais, os supercomputadores são capazes de efetuar cálculos complexos e tarefas extensas e intensivas. Nesse sentido, o avanço dessa tecnologia, juntamente com a computação quântica, beneficiará áreas que lidam com grande volume de dados, como medicina, meteorologia, química, física, petróleo e gás, energia, setor financeiro e políticas públicas.

O simulador quântico mais potente do Brasil

Durante a cerimônia inaugural, ocorreu o lançamento do Quantum Learning Machine (QLM), o simulador mais potente do Brasil que permite a criação de algoritmos quânticos de grande capacidade. O simulador será utilizado pelo CIMATEC no desenvolvimento de pesquisas.

O simulador, que foi batizado de CIMATEC KUATOMU (Quantum em Iorubá), usará um hardware clássico de supercomputação e poderá simular sistemas e algoritmos quânticos de até 35 qubits. Com ele, pesquisadores e cientistas terão acesso à tecnologia que, assim como o centro, ficará alocada na sede do SENAI CIMATEC, em Salvador.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9994 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).