Polícia investiga morte do advogado Octávio Soares Nascimento; Cena revela possível suicídio; Fato ocorreu em conjunto residencial de Feira de Santana

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio para o caso da morte do Octávio Soares Nascimento.
Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio para o caso da morte do Octávio Soares Nascimento.

O Jornal Grande Bahia (JGB) recebeu de fonte documento e relato sobre a possível causa da morte do advogado Octávio Soares Nascimento que, à época do fato, atuava como subprocurador da Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS).

A morte de Octávio Soares ocorreu em 14 de janeiro de 2022 (sexta-feira) e foi noticiada pelo veículo de comunicação. Mas as condições nas quais o jovem advogado foi a óbito não tinham sido reveladas até este momento.

Conforme relato e documento, a principal linha de investigação da Polícia Civil (PC) indicia que o advogado cometeu suicídio na própria residência, situada no Conjunto Feira VII, em Feira de Santana.

Uma equipe do plantão regional da Polícia Civil, acompanhada da equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT), efetuou o levantamento cadavérico de Octávio Soares Nascimento, cujo corpo foi encontrado sem vida, pendurado por fio — tipo elétrico, na cor preta — enrolado ao pescoço, preso na estrutura da porta da própria residência na qual habitava.

Quando o corpo foi encontrando, trajava bermuda cinza e camiseta amarela.

Os investigadores encontraram no local do óbito, em cima da cama, um envelope de comprimidos Aripiprazol de 10 mg, um envelope de comprimidos Germed de 5mg, e terceiro envelope de comprimido tipo Carbolitium, com 300 mg. 

Além da medicação, recolhida para análise pericial, foi recolhido aparelho celular, marca Apple, modelo Iphone, de cor preta.

Segundo informações de familiares colhidas no local do óbito pela equipe de investigadores, a vítima vinha sofrendo de transtornos psiquiátricos e fazia uso de medicação.

*Os dados fazem parte do Boletim de Ocorrência Policial de nº 00028163/2022.

Leia +

Câmara Municipal e OAB de luto com a morte do subprocurador Octávio Soares; Advogado atuava no Legislativo de Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10110 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).