UFRB aprova concessão de título ‘Doutor Honoris Causa’ a Mateus Aleluia

Cartaz anuncia a Concessão de título ‘Doutor Honoris Causa’ a Mateus Aleluia.
Cartaz anuncia a Concessão de título ‘Doutor Honoris Causa’ a Mateus Aleluia.

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) aprovou, por unanimidade, a concessão do título Doutor Honoris Causa ao artista Mateus Aleluia. O reconhecimento é conferido a personalidades eminentes, nacionais ou estrangeiras, não pertencentes ao quadro de servidores efetivos da UFRB, que se tenham distinguido pelo saber e/ou pela atuação em prol das Ciências, das Artes, da Filosofia, das Letras, das Culturas, do desenvolvimento e entendimento dos povos, cuja contribuição seja ou tenha sido de alta relevância para o País ou Humanidade. A reunião on-line aconteceu nesta terça-feira (14/12/2021).

A proposta da homenagem foi enviada pelo Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), com o parecer de recomendação sob responsabilidade dos professores Armando Alexandre Costa de Castro, Mariana Balen Fernandes, Anderson Fabrício Andrade Brasil, Fábio Leão Figueiredo e Mariella Pitombo Vieira.

A presidente da Comissão Permanente de Homenagens e Títulos Honoríficos do CONSUNI, professora Alicia Ruiz Olalde, realizou a leitura do parecer favorável à outorga, no qual destacou como mérito a trajetória pessoal e profissional de Mateus Aleluia pela sua contribuição aos estudos e divulgação da cultura pan-africana na Bahia, no Brasil e, também, em países africanos e no mundo.

“Ao compilar os elementos ancestrais das culturas e religiões das nações africanas trazidas para a Bahia e o Brasil, Mateus Aleluia mergulha de modo profundo no processo de construção da identidade do povo baiano, brasileiro e de nações africanas. Desse modo, esse artista e pesquisador do Recôncavo responde a questões universais, a saber: de onde nós, brasileiros, viemos e quem somos, como baianos, como brasileiros, como africanos e como seres humanos. Além disto, a concessão deste título a Mateus Aleluia assevera o elo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia com a ancestralidade que alicerça as relações no território onde esta instituição se assenta”, diz trecho do relatório.

Filho e fruto de Cachoeira, Senhor Mateus, como é conhecido localmente, nasceu às margens do Paraguaçu no ano de 1943. O cantor, compositor e pesquisador da ancestralidade baiana musical pan-africana do Brasil foi protagonista no grupo Tincoãs, primeiro grupo vocal a expressar a herança cultural (musical e linguística) dos povos africanos. O Tincoãs foi destaque nacional entre os anos de 1960 e 1980.

Mateus Aleluia viveu duas décadas em Angola, a partir de 1983, onde foi contratado pela Secretaria de Cultura para realização de pesquisa antropológica e cultural, junto a mestres e mestras da cultura dos povos africanos, compilando diversos saberes. Retornando ao Brasil, Sr. Mateus lançou os álbuns “Cinco Sentidos”, “Fogueira Doce” e “Olorum”, que, junto com a obra dos Tincoãs, consubstanciam o legado pan-africano do Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120851 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.