“A decisão está tomada, não haverá Carnaval na Bahia em fevereiro de 2022”, diz governador Rui Costa

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Governador Rui Costa anuncia suspensão do Carnaval 2022 da Bahia.
Governador Rui Costa anuncia suspensão do Carnaval 2022 da Bahia.

Em uma série de três publicações realizadas nesta quinta-feira (23/12/2021) na rede social Twitter, o governador Rui Costa informou sobre a suspensão do Carnaval 2022 da Bahia e justificou a medida em decorrência do atraso na vacinação de 2,4 milhões de baianos, ocorrência de novos casos de pessoas infectadas pela variante Ômicron da Covid-19 e do surgimento e expansão de registros de infectados pela variante H3N2 da Influenza tipo A.

Rui Costa diz que estuda medidas financeiras compensatórias para as pessoas que vão perder renda com a suspensão do Carnaval 2022 e pede que sejam mantidas as medidas de controle sanitário da pandemia, a exemplo do uso de máscaras.

Confira as publicações do governador Rui Costa no Twitter:

— A decisão está tomada: não haverá Carnaval na Bahia em fevereiro de 2022. Hoje temos 2,4 milhões de baianos com a vacina contra a #Covid em atraso. Além disso, estamos lidando com uma epidemia de gripe, que tem sobrecarregado o sistema de saúde.

— Precisamos ter responsabilidade com a saúde e a vida das pessoas. Realizar o Carnaval no modelo tradicional, como uma festa em larga escala, se mostra inviável. Mais pra frente, avaliaremos o que pode ser feito e em que condições.

— Também sentaremos com os Municípios para avaliar algum tipo de recurso para aquelas pessoas que tiram da festa o seu sustento. Neste momento, repito o meu apelo de sempre, que vale tanto para o #coronavírus quanto para o vírus da gripe: use máscara e vacine-se!

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10107 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).