Salvador: Museus do IPAC entram no clima do Novembro Negro com programação especial

Campanha é importante para as lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e a garantia dos direitos.
Campanha é importante para as lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e a garantia dos direitos.

Durante o mês de novembro de 2021, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), o Palacete das Artes e o Museu de Arte da Bahia (MAB), todos equipamentos vinculados ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), trazem uma programação especial em homenagem ao Novembro Negro em Salvador. A campanha é importante para as lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e a garantia dos direitos. Dentre as atividades, todas elas gratuitas, com exceção do Cinema do MAM, estão recital de piano, oficinas, palestras, exposições, concerto e debates.

Para a diretora do MAB, Ana Liberato, a mobilização promovida pela campanha do Novembro Negro é legítima e necessária para ressaltar o valor da comunidade negra e sua fundamental contribuição ao nosso país. “E os museus vinculados ao IPAC não podiam ficar de fora dessa. É importante lembrarmos que o Brasil é o país de maior população negra fora do continente africano. Estamos falando de empoderamento e representatividade, na luta constante pela igualdade e garantia dos direitos”, afirmou.

O Museu de Arte da Bahia (MAB) inicia a programação especial no dia 18 de novembro de 2021, às 15:30, com a edição do Projeto Leituras do Mundo, com Maria Inês Barbosa para falar sobre “A Luta Antirracista – Declaração e Programa de Ação de Durban”, por conta dos 20 anos da Conferência Mundial contra o Racismo realizada em Durban/África do Sul, em 2001.

No dia 20, data que se celebra a Consciência Negra, às 14:30, acontece o MAB Literário em um encontro das autoras Lilian Almeida e Helena Nascimento, com o poeta Elenilson, do coletivo Sur’art, para apresentar suas obras e debater a importância desta data. No mesmo dia, às 17:30, acontece o Recital de Piano a quatro mãos, com os músicos Tamara Pitágoras e Luis Carlos Sanches.

Em 24 de novembro, às 18 horas, com algumas peças de autores negros no repertório, os músicos do MAB Lírico apresentam um concerto especial para comemorar o Novembro Negro. Neste mesmo dia, entra em exibição no Instagram @museudeartedabahia a exposição virtual com fotos de Voltaire Fraga, que fazem parte do acervo do museu, retratando as baianas e seu cotidiano.

Já o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM) participará do Novembro Negro ancorado no seu ‘Programa de Residências Artísticas’. Desta vez, convidou a Pinacoteca do Beiru. O bairro, localizado entre o Cabula, Avenida Paralela, Mata Escura, Sussuarana e Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, tem mais de 80% da sua população autodeclarada afrodescendente. O ateliê da Pinacoteca do Beiru montado no MAM está aberto para visitação gratuita de terça a sexta-feira, das 13 às 17 horas. A residência artística também faz atividades pontuais, como as ‘Oficinas de Artes para Crianças’ aos domingos, nos dias 07 e 21, com duas turmas gratuitas: das 15 às 16 horas e das 16 às 17 horas.

Além disso, o MAM continua com sua exposição ‘O Museu de Dona Lina’ de terça a domingo, das 13 às 17 horas, onde são exibidas obras de dezenas de artistas afrodescendentes baianos e nordestinos; e anunciará a disponibilização no site www.mam.ba.gov.br para a ‘visita virtual’ à exposição em cartaz, e do ‘Catálogo do MAM’ para uso universal. Ainda como parte da agenda, a Sala de Cinema do MAM apresenta o filme ‘Marighella’, de 4 a 10 de novembro, com sessões às 14:25 na segunda, terça e quarta; às 17:15 na quinta, sexta, sábado e domingo, e, diariamente, às 20 horas.

De 4 de novembro de 2021 (119 anos do nascimento de Pierre Verger) a 30 de janeiro de 2022, o Palacete das Artes sedia a exposição do 8º Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, promovido pela Fundação Cultural do Estado. O Prêmio homenageia o legado do fotógrafo, etnólogo, antropólogo e pesquisador francês que viveu grande parte da sua vida na cidade de Salvador.

Nesta 8ª edição, Carolina Krieger (SC) foi premiada na categoria Ancestralidade e Representação; Washington da Selva (MG) na categoria Questões Históricas e Hirosuke Kitamura foi ganhador do prêmio Livre Temática e Técnica. O baiano Diego Sei recebe o Prêmio Residência Artística, realizado na ilha de Boipeba. Além dos premiados, estarão na exposição os artistas fotógrafos Bauer Sá (Corpos, cadeira e luz), Lita Cerqueira (Bahia de Yayá´e Yoyô), Vanessa Pataxó (Anemãvey Pataxó – Casamento Pataxó). Rodrigo Masina Pinheiro e Ton Zaranza (Não leve flores), Renata Voss Chagas (Prova de Contato), Duo Paisagens moveis de Maria Vaz e Barbara Lissa (Quanto tempo dura uma tonelada), Paula Sampaio (Sob a pele ossos da memória), Anna Menezes (Corpos Sedimentados), Uiler Costa (A cosmologia da maré baixa – Coroas), Adriano Machado (Estudos sobre natureza-morta) e André Lago (Caiporas).

Lançado em 2002, o Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger vem se consolidando ao longo dos anos como uma das principais premiações na área do país.

Programação

Museu de Arte da Bahia

  • 18/11, às 15:30 – Leituras do Mundo com Maria Inês Barbosa. Tema: A Luta Antirracista – Declaração e Programa de Ação de Durban.
  • 20/11, às 14:30 – MAB Literário: Encontro das autoras Lilian Almeida e Helena Nascimento com o poeta Elenilson, do coletivo Sur’art, para apresentar suas obras e debater a importância desta data.
  • 20/11, às 17:30 – Recital de Piano a 4 mãos com os músicos Tamara Pitágoras e Luis Carlos Sanches.
  • 24/11, às 18 horas – MAB Lírico: Concerto com algumas peças de autores negros e cantos de orixás.
  • 24/11 – Exposição virtual no Instagram do MAB (@museudeartedabahia) com fotos de Voltaire Fraga retratando as baianas de acarajé.

Palacete das Artes

  • 4/11 a 30/01 – Exposição do 8º Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger.

Museu de Arte Moderna da Bahia

  • 01 a 30/11, 13 às 17 horas – Exposição ‘O Museu de Dona Lina’.
  • 01 a 30/11, 13 às 17 horas – ‘Visitação pública ao Programa de Residências Artísticas do MAM: Ateliê Pinacoteca do Beiru’.
  • 07 e 21/11 – ‘Oficinas de Arte Pinacoteca do Beiru no MAM’. 02 turmas: de 15 às 16 horas e de 16 às 17 horas por ordem de chegada.
  • 08/11 – Anúncio público da disponibilização no site www.mam.ba.gov.br para a ‘visita virtual’ à exposição em cartaz e do ‘Catálogo do MAM’ para uso universal.
  • 01 a 30/11, 12 às 20 horas – Cinema do MAM. Atividade c/cobrança de ingresso. Consultar: saladearte.art.br
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120852 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.