Mostra ‘Vivedores de Ganho Ontem e Hoje!’ acontece durante o mês de novembro no Centro Histórico de Salvador

Com mais de 50 obras expostas e 27 artistas participantes, exposição resgata a história do povo negro.
Com mais de 50 obras expostas e 27 artistas participantes, exposição resgata a história do povo negro.

Acontece até o dia 30 de novembro de 2021, a mostra ‘Vivedores de Ganho, Ontem e Hoje!’, como parte do projeto Arte e Ancestralidade, uma parceria entre a arte e a história. A exposição está aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 9 às 11:30 e das 14 às 16:30, e aos sábados das 9 às 11:30 na Associação Protetora dos Desvalidos (SPD) – Largo do Cruzeiro de São Francisco, 17, Centro Histórico de Salvador.

Idealizada pelo Ateliê Sérgio Amorim Artes, a mostra apresenta por meio das artes visuais, da poesia e da literatura, a ancestralidade e a contemporaneidade de sobrevivência do povo brasileiro e do trabalhador, em sua maioria descendentes de negras e negros escravizados, em paralelo com as profundas consequências sociais e econômicas que assolam nosso país.

Também contribui com a SPD, nos seus quase 200 anos de existência de trabalho em prol das causas para a comunidade, e promove a reflexão sobre a importância e reconhecimento dos descendentes de africanos na construção da sociedade brasileira, suscitando questões sobre igualdade social, inclusão e importância da cultura afro-brasileira. A curadoria está a cargo de Sérgio Amorim, Luzimar Azevedo, Adinelson Filho e Yara Guedes.

Os curadores Luzimar e Sérgio falam que a escolha da SPD para receber a exposição ‘Vivedores de Ganho Ontem e Hoje!’ se deu pela sua importância histórica para o povo negro brasileiro.

Na mostra, o público pode conferir mais de 50 obras, dos 27 artistas participantes, expostas nos dois andares do casarão. De acordo com a curadora Luzimar Azevedo, no primeiro piso é possível ver e sentir a história da SPD. “Logo ao entrar no primeiro andar a mostra é anunciada e é onde existe a composição entre a arte e a ancestralidade, como vida e história da SPD”, explica.

Luzimar acrescenta que na exposição os visitantes podem apreciar as artes expostas ao caminhar pelo espaço. “No segundo piso estão as pinturas, esculturas, fotografias, mosaico, aquarelas, poesias e textos, todos idealizados e pensados pelos artistas, que pesquisaram e estudaram aprofundando o conhecimento sobre o tema e criação de suas obras”, revela.

Os artistas expositores são: Sérgio Amorim (pintura a óleo sobre tela); Rosalvo Santana (santeria em cerâmica); Edvaldo Assis (pintura a óleo sobre tela); Camila Carrera (fotografia); Yara Guedes (mosaico); Adinelson Filho (aquarela e nanquim); Luzimar Azevedo (pintura a óleo sobre tela); Samuel Cruz (trançado e papietagem); Advany Figueredo (pintura a óleo sobre tela).

Além desses, ainda estão; Josmara Fregoneze (escultura em argila e resina); Magali Abreu (fotografia); Ary Bastos (pintura a óleo sobre tela); André Fernandes (fotografia);  Osmar Barreto (pintura a óleo sobre tela); Thais Gabarron (pintura a óleo sobre tela); Tânia Amorim (pintura a óleo sobre tela); Gustavo Maciel (pintura acrílico sobre tela); Tati Viana (escultura); Lira Gomes (poesia); Mabell Fontes (aquarela s/papel); Edmundo Reis (nanquim); Edna Caldas (fotografia); Ludmilla Castro (feltro bordado); Adrião Filho (artes visuais); Aless (escultura em metal); Izabel Andion (pintura a óleo sobre tela); Margarita Arize (pintura a óleo sobre tela).

Além da exposição, dentro do projeto Arte e Ancestralidade, o jornalista e poeta Fernando Coelho irá publicar um livro-reportagem para contar a história da SPD e do seu fundador, Manoel Victor Serra.

Seguindo o “Protocolo Setorial” da Prefeitura de Salvador, a mostra funciona com 75% da capacidade máxima para visitações simultâneas. Após a aferição de temperatura, o visitante pode explorar o vernissage, mantendo o distanciamento social de 1,5m, com a permanência de até 1h sob utilização de máscara protetora durante toda a exposição. A higienização do local é feita antes e após o encerramento do horário de visita.

Agenda

  • O que: Mostra ‘Vivedores de Ganho Ontem e Hoje!’
  • Quando: De 1 a 30 de novembro, de segunda a sexta-feira.
  • Onde: Associação Protetora dos Desvalidos (SPD) – Largo do Cruzeiro de São Francisco, 17, Centro Histórico de Salvador.
  • Mostra gratuita.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116779 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.