Índice de preços dos combustíveis em Feira de Santana renova sua máxima histórica no mês de outubro de 2021, diz estudo da UEFS

Gráfico apresenta dados sobre variação preços dos combustíveis em Feira de Santana, referente ao mês de outubro de 2021.
Gráfico apresenta dados sobre variação preços dos combustíveis em Feira de Santana, referente ao mês de outubro de 2021.

No mês de outubro, o índice de preços dos combustíveis em Feira de Santana apresentou um aumento de 4,62% em relação ao mês de setembro de 2021. Essa variação do índice foi impactada pelo preço do diesel, que aumentou 8,35%, e pelos preços do GLP, gasolina, etanol e GNV que registraram uma variação de 5,80%, 4,20%, 3,64% e 1,02%, respectivamente. Os preços médios de cada combustível no mês de outubro de 2021 foram R$ 6,14/l para a gasolina, R$ 5,02/l para o diesel R$ 5,13/l para o etanol, R$ 3,75/m³ para o GNV e R$ 91,91 por botijão de 13 Kg de GLP.

Segundo a equipe do Programa Conhecendo a Economia Feirense da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a  rápida variação do nível de preços dos combustíveis no período recente tende a prejudicar a vida do cidadão feirense através dos seguintes canais: i) aumento no custo dos transportes utilizados diariamente pelas pessoas; ii) aumento no custo dos bens e mercadorias que são majoritariamente transportados por meio de veículos automotores, inclusive motocicletas; iii) aumento de custo para os trabalhadores por conta própria que transportam passageiros diariamente através de automóveis e motocicletas e iv) aumento do custo da alimentação dentro e fora de casa via aumento do preço do gás de botijão.

A equipe destaca, ainda, que a probabilidade de uma queda substancial nos preços dos combustíveis em Feira de Santana ao longo dos próximos meses é baixa, mesmo com a recente medida, adotada pelo Confaz, de congelamento (até o final de janeiro de 2022) do preço-base que incide as alíquotas do ICMS cobrado sobre o valor de venda dos combustíveis em todos os Estados.

Dada a atual política de preços da Petrobrás, a manutenção da tendência de alta nos preços dos combustíveis na economia local depende fundamentalmente da decisão dos países exportadores de Petróleo e seus aliados, se irão ou não aumentar substancialmente a produção da commodity ao longo dos próximos meses, bem como da robustez do crescimento da economia global. Menor produção deliberada de Petróleo, dada à demanda, pressiona os seus preços para cima. Expectativa de maior crescimento econômico mundial, por sua vez, sinaliza que haverá uma demanda mais intensa por Petróleo no horizonte relevante, o que também pressiona para cima o preço do Petróleo. As condições climáticas adversas também afetam o preço dos combustíveis por meio de pelo menos dois canais: i) do aumento do preço do etanol e ii) do aumento da demanda por energia e combustíveis no hemisfério norte (no caso de um inverno mais rigoroso).

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116713 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.