Estudantes de Feira de Santana conquistam pódio na Olimpíada Nacional de Ciências

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Luiz Henrique Silva: estudei pelo material que eu já tinha e também pelo que estava no site da competição, também priorizei assuntos que nunca tinha visto e depois estudei todos.
Luiz Henrique Silva: estudei pelo material que eu já tinha e também pelo que estava no site da competição, também priorizei assuntos que nunca tinha visto e depois estudei todos.

Sete alunos de Feira de Santana conquistaram medalhas na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC), ligada ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Luiz Henrique Silva, 7º Ano, é um dos medalhistas de ouro. “Estudei pelo material que eu já tinha e também pelo que estava no site da competição. Priorizei assuntos que nunca tinha visto e depois estudei todos. Algo que me surpreendeu é que pensei que a Olimpíada abordaria apenas assuntos de Ciências, mas teve conteúdos também de disciplinas como Física, Química e História”, contou. A outra medalha de ouro é da estudante do 6º Ano, Laura Muniz.

Felipe Aquino, 9º Ano, ficou com a de bronze. “Estudei bastante e participei das aulas de preparação disponibilizadas pela escola, momento em que professores trouxeram questões da competição em anos anteriores para que pudéssemos exercitar. Eu não estava muito confiante, pois a Olimpíada estava muito difícil e eu nervoso, mas conquistei a medalha. Minha família acompanhou tudo e ficou muito feliz”, disse. Os demais medalhistas de bronze foram Daniel Carneiro Silva, 6º Ano, e Ísis Fadigas Carneiro, 8º Ano, sendo também que ela foi medalhista de ouro na 1ª Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE).

Aluno do 7º Ano, João Pedro Gomes conquistou menção honrosa e disse que sua família também ficou feliz. A segunda menção honrosa ficou com Ana Beatriz Aquino, 9º Ano. As medalhas de prata são de Guilherme Drummond, 6º Ano, e Davi Diogo júnior, 8º Ano. A cerimônia de premiação vai ser realizada no modo presencial, porém com apenas cinco estudantes de cada categoria e seus respectivos acompanhantes, em 7 de dezembro. Os demais premiados e público em geral acompanharão o evento via internet. Em breve a organização da ONC divulgará mais informações a respeito da cerimônia. Todos os alunos citados são da Escola João Paulo I (JPI).

Integrante da equipe de apoio disponibilizada pela JPI, o professor de Química, Ricardo Menezes, frisou que a ONC 2021 trouxe inovação. “A novidade foi a oportunidade da participação dos estudantes dos 6° e 7° anos, que até 2020 não era permitida. Apenas alunos do 8° e 9° anos participavam. A preparação disponibilizada pela escola inclui calendário extraordinário de aulas complementares; encontros para análise e realização de atividades; e live preparatória interdisciplinar, inclusive com momento cultural. A JPI é uma escola olímpica e cumpre o compromisso de formar cidadãos críticos, reflexivos, competentes, éticos e justos”, destacou o professor.

Outra competição que teve estudantes JPI conquistando menção honrosa foi a Olimpíada Brasileira de Química Júnior (OBQJr), onde os destaques ficaram com Samara Macêdo e Ana Beatriz Aquino, ambas do 9º Ano. Diretora do Ensino Fundamental II da JPI, pró Cássia Braz declarou que a vitória é também “do ensino com significado, da aprendizagem que faz sentido e de uma equipe pedagógica comprometida”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121591 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.