Eleições 2022: Ciro Gomes reafirma o discurso do ódio

Ciro Gomes: O Bolsonaro é um grande canalha! Não é só um grande canalha brasileiro. É um grande canalha do planeta Terra. Ele produziu um grupo de seguidores que são tão canalhas quanto e que frequentam o limite do crime. E ele estimula.
Ciro Gomes: O Bolsonaro é um grande canalha! Não é só um grande canalha brasileiro. É um grande canalha do planeta Terra. Ele produziu um grupo de seguidores que são tão canalhas quanto e que frequentam o limite do crime. E ele estimula.

Em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil, em Lisboa, o pré-candidato pelo PDT Ciro Gomes ataca o ex-juiz Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concorrentes nas eleições presidenciais de 2022.

A menos de um ano do pleito, o pré-candidato Ciro Gomes aparece atrás dos três nas pesquisas.

No entanto, Ciro menospreza os resultados como uma mera fotografia do momento, bem como os institutos que fizeram as pesquisas. O pedetista não poupou Bolsonaro, a quem chamou de genocida e apologista da ditadura, tampouco seu ex-aliado Lula, chamando-o de mentiroso e corrupto.

Ex-ministro da Integração Nacional do próprio Lula e da Fazenda, de Itamar Franco, Ciro também mostrou suas habituais ironia e irritação com a imprensa, demonstrando incômodo com algumas perguntas feitas por este correspondente da Sputnik em Lisboa.

Uma delas foi se ele não via nenhum conflito ético em trabalhar com João Santana, ex-marqueteiro do PT, que chegou a ser preso após ser condenado por Moro a oito anos e quatro meses de prisão por nove crimes de lavagem de dinheiro.

“Claro que não! [Santana] confessou e pagou caríssimo, mas nenhum deles [crimes] de corrupção. E, depois de pagar, a pessoa está devolvida à sociedade. Ou você quer que ele seja condenado eternamente? É isso que você está defendendo? Eu não. Como ele está limpo, leve e solto, acho que ele é o melhor cara que tem para me ajudar”, defende Ciro Gomes, que será candidato à presidência pela quarta vez.

O ex-governador do Ceará e ex-deputado federal pelo mesmo estado viajou a Lisboa na última semana a convite do MyNews, canal no YouTube fundado pelo publicitário e humorista Antonio Tabet e pela jornalista Mara Luquet, que recentemente abriram um escritório em Portugal.

Os comentários de Ciro Gomes sobre Jair Bolsonaro e Sérgio Moro:

— O Bolsonaro é um grande canalha! Não é só um grande canalha brasileiro. É um grande canalha do planeta Terra. Ele produziu um grupo de seguidores que são tão canalhas quanto e que frequentam o limite do crime. E ele estimula. Na medida em que o Itamaraty não repudia um gesto daquele na primeira hora e, mais que isso, a Polícia Federal não se assenhora daquilo para exemplarmente trazer a punição, o que ele está dizendo, basicamente, para todos os boçais desse grupo de tarados que o seguem, é que esse é o caminho. Bolsonaro tentou – e ainda vai tentar -, muitas vezes, criar o caos no Brasil para que ele venha com a ideia da ordem, que é a lógica de um fascistoide primata.

— [Moro] é uma versão piorada da matriz [Bolsonaro]. Bolsonaro, na sua estupidez, tem alguma coerência. É um grande genocida, que nunca negou que era. Um apologista da ditadura, que nunca negou que era. O Moro é muito pior, é um juiz político. Não existe coisa mais grave, sob o ponto de vista da degeneração moral do ser humano… É só ler Montesquieu, quando se criou a tripartição dos poderes, lá no “O espírito das leis”, em que basicamente a razão de ser que ele advogava é que o poder corrompe. E que o poder total corrompe totalmente. E, por isso, deveriam os poderes ser diferentes. Um juiz condena um político e depois vai ser ministro de um político que foi beneficiado por essa condenação, recebendo uma promessa de vantagem indevida, leia-se corrupção passiva, de um cargo de ministro vitalício do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois, um juiz que destrói uma empresa, uma grande corporação da construção pesada, vai ganhar dinheiro sendo sócio da empresa que está administrando essa massa falida, cuja sede, sendo em Nova York, ele se localiza em Washignton… Percebe? Aí tem…

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116735 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.