Manifestantes pedem permanência de feirantes no centro de Feira de Santana; Governo Colbert Martins fala em retrocesso; Espaço público não pode ser patrimonializado

Feirantes de Feira de Santana querem usar o espaço público como bem privado para as atividades que exercem, fato que incorre na patrimonialização de bens de uso coletivo, como trechos de avenidas, ruas e calçadas, além de praças e locais de estacionamento.
Feirantes de Feira de Santana querem usar o espaço público como bem privado para as atividades que exercem, fato que incorre na patrimonialização de bens de uso coletivo, como trechos de avenidas, ruas e calçadas, além de praças e locais de estacionamento.

Em nota divulgada na nesta quinta-feira (21/10/2021), o Governo Colbert Martins criticou as manifestações de feirantes que desejam permanecer nos espaços públicos da cidade e o pronunciamento dos vereadores que querem retirar o sistema de videomonitormaento do trânsito de Feira de Santana, classificado tais iniciativas como graves retrocessos.

Confira comunicado da Prefeitura de Feira de Santana

— Manifestações pela permanência de feirantes no centro da cidade, sob o pretexto de “manter uma tradição” que chegou ao fim há quase 50 anos com a construção do Centro de Abastecimento Feira de Santana; manifestação para manter o centro favelizado, incoerente com o desenvolvimento da cidade e o respeito à mobilidade urbana, contrariando inclusive recomendação do Ministério Público da Bahia (MPBA); manifestação contra o emprego da tecnologia no ordenamento e fiscalização do trânsito.

— São essas as razões alegadas nas manifestações que se sucedem, “lutando” por uma Feira de Santana que retroceda 50 anos no tempo e que não avance para a modernidade. O Governo Municipal entende que essas razões não se justificam, não têm cabimento, são incoerentes num município que se destaca no Nordeste pelo seu desenvolvimento.

— Estão mais do que evidentes, portanto, que os protestos são estimulados pelos opositores, principalmente o PSOL e o PT, que insistem em não aceitar o resultado democrático e soberano das eleições 2020. Isto fica muito claro com a participação nas manifestações de políticos da oposição, o que torna indiscutível que tudo não passa de política-partidária contra o Governo Municipal.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120851 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.