Garoto se perde em praia de Camaçari e é resgatada por PMs

O soldado Cleber Cruz colocou o pequeno nos ombros, facilitando que a família o visualizasse.
O soldado Cleber Cruz colocou o pequeno nos ombros, facilitando que a família o visualizasse.

Assustado e chorando bastante. Foi assim que policiais da 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Vila de Abrantes) encontraram um garoto, que havia se perdido da família, na praia de Arembepe, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS), na terça-feira (12/10/2021), Dia das Crianças.

O soldado Cleber Cruz contou que algumas pessoas notaram o menino chorando, pois não lembrava onde estava a sua mãe. “Eu e o soldado Nelson Passos acalmamos o garoto, que estava muito nervoso”, detalhou o PM.

Após andar quase um quilômetro, o soldado Cléber decidiu carregar o garoto, na tentativa de que algum familiar o enxergasse. Pouco tempo depois a criança foi devolvida, em segurança, para o braço dos pais.

“Eu sou pai e sei da aflição que a família passou. Não poderia deixar que, naquele dia de celebração, uma criança chorasse. Os meus filhos estavam em casa e pensei muito neles”, concluiu o PM, lembrando que ficou grato a Deus pela história ter um final feliz.

Sobre Carlos Augusto 9717 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).