ALBA: Deputado Angelo Almeida apresenta Moção de Repúdio a agressões do deputado Frederico D’Ávila contra o Papa Francisco, Dom Orlando e CNBB

Deputado estadual Frederico d'Avila (PSL-SP) ataca líderes católicos e o Papa Francisco.
Deputado estadual Frederico d'Avila (PSL-SP) ataca líderes católicos e o Papa Francisco.

O deputado estadual Angelo Almeida (PSB) apresentou  Moção de Repúdio às odiosas agressões proferidas pelo deputado estadual de São Paulo, Frederico D’Ávila, contra o Papa Francisco, o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, e à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O documento foi protocolado na Assembleia Legislativa da Bahia nesta segunda-feira (18/10/2021).

Na última quinta-feira (14), no uso da Tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Frederico D’Ávila chamou os religiosos de “safados”, “vagabundos” e “pedófilos” e estendeu as ofensas também a CNBB.

As agressões de Frederico aconteceram dois dias depois que o arcebispo criticou a disseminação de fake news e a política armamentista, sem citar o nome do presidente Jair Bolsonaro, em homilia da missa do Dia de Nossa Senhora Aparecida.

“O arcebispo apenas fez uso da liberdade que a igreja possui para pronunciar o seu juízo moral acerca das realidades sociais, mas sem qualquer tipo de conotação à bandeira política. Já a atitude do deputado Frederico significa não só um ataque, por extensão a toda Igreja Católica, mas mais que isso, manifesta absoluto desrespeito ao povo brasileiro e à democracia. Liberdade

de expressão não significa desrespeito à moral e à dignidade alheia. Os atos praticados pelo parlamentar reproduzem transtornos institucionais, afetivos e espirituais a toda uma comunidade, estimulando um movimento de violência, ódio e intolerância religiosa”, frisa Angelo.

O deputado baiano ressalta a necessidade de repúdio e o exercício de pressão para que haja a devida responsabilização a Frederico D’Avila, afirmando que a conduta intolerante e injuriosa do mesmo viola diretamente lideranças religiosas e indiretamente o direito sagrado da comunidade católica. “Deixo registrado não só o repúdio às falas do deputado, como nosso apoio e solidariedade ao papa Francisco, dom Orlando Brandes, como também aos demais membros da CNBB. A defesa do Estado Democrático de Direito requer posicionamento e resistência”, reitera Angelo.

Bispos querem punição da Alesp a deputado bolsonarista que chamou Papa Francisco e arcebispo de vagabundos e pedófilos

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) publicou neste domingo (17) uma carta à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O documento repudia as falas do deputado estadual Frederico D’Avila (PSL) aos membros da igreja Católica e pede ainda uma resposta “rápida” sobre as declarações. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

No último dia 14, o parlamentar atacou Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida (SP) e até o papa Francisco ao chamá-los de “pedófilos” e “vagabundos”. CNBB pede que Alesp puna deputado bolsonarista que chamou papa e arcebispo de vagabundos e pedófilos.

As declarações do deputado vieram depois de o arcebispo criticar a política armamentista do governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

“Para ser Pátria amada não pode ser pátria armada”, disse Dom Orlando em sua reflexão (…) Que seja uma Pátria sem ódio, uma República sem mentira e sem fake news”.

Ao final, o arcebispo também fez apelo pela vacinação contra a Covid-19 no país em claro recado a postura negacionista do governo federal durante toda a crise sanitária.

*Com informações do Yahoo Notícias.

Confira vídeo

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115091 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.