Quer abrir seu próprio negócio? Descubra aqui o passo a passo

Você que deseja conquistar sua independência profissional e financeira, confira tudo que precisa saber para abrir sua empresa.
Você que deseja conquistar sua independência profissional e financeira, confira tudo que precisa saber para abrir sua empresa.

Devido a fragilidade do mercado de trabalho, muitos brasileiros estão preferindo as vantagens que só um empreendimento pode trazer. O número de trabalhadores por conta própria chegou a 24 milhões de pessoas apenas no primeiro trimestre deste ano.

Para você que busca por esta solução para manter os rendimentos da sua casa ou porque cansou de trabalhar para alguém, preparamos um post especial com um passo a passo explicando como abrir sua própria empresa. Confira:

1- Você precisa conhecer bem o mercado que deseja atuar

O primeiro passo para quem deseja abrir um negócio próprio ou ainda quem pretende seguir com o empreendedorismo social, é se aprofundar nas pesquisas sobre o setor do mercado que vai atuar. É preciso ter familiaridade com todos os conceitos, os detalhes da área escolhida, além de saber quais as vantagens e desvantagens.

Assim como, descobrir qual o público alvo, como anda o movimento de vendas e procura pelos produtos e serviços, quais os custos de investimento e traçar uma análise real para descobrir se vale a pena ou não, investir tempo e dinheiro nisto.

2- Quanto você tem para investir?

Esse é o passo mais importante, pois é preciso decidir quanto você tem em mãos para investir em estrutura, equipamentos e produtos e analisar se será suficiente. É preciso ter em mente que o retorno financeiro nem sempre é rápido, por isso, faça reservas para garantir o pagamento das contas fixas dos primeiros meses da empresa e para manter suas despesas pessoais.

Se não houver um planejamento real e eficiente neste momento, você poderá acabar entrando em dívida logo nos primeiros meses do negócio. Faça um orçamento mensal e trabalhe em cima dele para não comprometer a sua saúde financeira.

3- Organize suas ideias!

Após ter em mãos uma análise de mercado, baseada em um estudo real do cenário atual e decidir quanto será possível investir em seu negócio próprio, é hora de definir suas ideias e começar a dar forma a empresa.  Organize um fluxograma das tarefas que vai desenvolver, coloque no papel o que será feito. O que será necessário? Onde será a localização do negócio? Quantos funcionários? Em caso de lojas, as vendas serão online ou em espaço físico?

Neste momento você vai encontrar diversos desafios, é preciso solucionar todos para que possa iniciar seu negócio com menos riscos possíveis de fracasso. Trace um plano de negócios com uma definição clara do seu objetivo e dos investimentos que precisarão ser feitos.

4- É hora de investir nas questões burocráticas.

Para abrir uma empresa é preciso disciplina e organização. Veja quais são as burocracias:

– O investimento inicial, de acordo com uma pesquisa realizada pela Firjan, tem o custo médio para abertura de empresa de R$2 mil reais podendo variar entre os estados brasileiros.

– Para registrar sua empresa e formalizar seu trabalho é preciso ter os documentos: CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas), estar inscrito na Previdência Social, e ter uma série de licenças, registros e alvarás municipais, assim como estaduais para funcionar legalmente.

– Dependendo do ramo de atividade ou da forma de constituição do seu negócio, será preciso ter autorizações específicas para sua atuação no mercado.

– Cada município e estado brasileiro pode ter uma legislação diferente e para atender às normas sua empresa precisará ser instalada de acordo com as inscrições de sua localidade.

– Contar com a ajuda de profissionais específicos pode facilitar esse processo, uma dica é procurar por um contador ou uma empresa contábil para organizar e controlar suas finanças. Um advogado vai poder ajudar com as questões jurídicas.

– Se abrir a empresa com um sócio, será necessário fazer um contrato social especificando as partes de trabalho, investimentos e lucros de cada um.

– Também será preciso fazer um registro na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas de seu estado. Ter um alvará de localização e funcionamento, a Inscrição estadual feita na Receita Federal e estar em dia com as licenças e inscrições nos órgãos de regulação estaduais e municipais.

5- Tenha calma e mantenha o foco!

Se você está empolgado, nossa última dica é manter o foco para realizar todos esses passos sem atropelar ou esquecer de nenhuma etapa. Prepare-se para aguentar o tranco das emoções e para seguir à risca seu planejamento inicial. Não se deslumbre com o sucesso, mas também não desista se houver frustrações com o andamento do negócio.

Invista tempo e dinheiro, seja paciente. A determinação é o caminho para o sucesso!

E se pelo caminho você precisar de uma ajuda financeira para realizar seu sonho de montar um negócio próprio, conte com a CashMe. A fintech trabalha com uma linha de crédito com garantia de imóvel que cobra as menores taxas de juros do mercado. Suas vantagens são infinitas!

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116800 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.