Presidente do Sindicato da PRF de Feira de Santana cobra valorização dos policiais

Plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana.
Plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana.

A Polícia Rodoviária Federal tem uma história marcada pela força de suas batalhas e a capacidade de superar adversidades e, com isso, ganhou posição de destaque. Mas ainda é preciso a valorização daqueles que são, verdadeiramente, a alma da instituição. A observação foi feita por Fábio Serravalle Franco, presidente do Sindicato da PRF, palestrante da sessão comemorativa do Dia do Policial Rodoviário Federal, realizada nesta segunda-feira (09/08/2021), na Câmara Municipal, por iniciativa do vereador Silvio Dias (PT).

“Em plena pandemia, os policiais se mantêm no olho do furacão, mas ao invés de acolhimento e respeito, os PRFS tiveram supressão de direitos e até mesmo no processo de vacinação não houve prioridade”, disse o sindicalista, destacando que a PRF tem posição de destaque no enfrentamento aos crimes ambientais, apreensão de armas e drogas e assistência nas rodovias. “A cada R$ 1,00 investido na PRF, retornam R$ 4,00 para a sociedade”, afirmou Serravalle, citando os avanços em termos de estrutura, como a blindagem das viaturas. O palestrante enalteceu os veteranos da corporação, inclusive aposentados, e a força feminina.

Na definição do vereador Silvio Dias, policial rodoviário federal é “um servidor público que dedica sua vida em prol da segurança e preservação da vida nas rodovias do país”. Ele também alou de lutas, conquistas, alegrias e, sobretudo, da evolução da PRF ao longo de sua história e embrou que entrou na PRF com apenas 22 anos, em um momento difícil devido à perda da mãe e foi na corporação que encontrou forças para continuar. Segundo ele, a estrutura se resumia a um veículo Gol 1000, sem armamento e equipamentos de proteção – colete, nem pensar! – “mas muito conhecimento”.

O vereador lembrou que a representação do Estado era a PRF. “Era o guarda que levava a mulher que precisava parir, que ajudava as famílias, fazendo o papel de social”, citou destacando que hoje há todo aparato tecnológico e a instituição é pioneira em muitas ações, mas o seu modelo ainda é o mesmo: exige envolvimento no que vai executar, na missão. “O PRF é professor, engenheiro, médico, advogado, veterinário, cidadãos e cidadãs de todos os segmentos profissionais de nosso país”, destacou Silvio Dias, trabalho que exibido em um vídeo institucional e exaltado na letra do Hino da PRF.

A evolução da corporação, especialmente nos últimos 30 anos, foi destacada ainda por Jeferson Almeida Morais, que representou a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal a Bahia na solenidade. Ele citou que o “aprender com o fazer” é a principal característica da PRF, que atualmente conta com equipamentos de excelência, desde o fardamento às excelentes viaturas, helicópteros, aviões e armamentos e investimento na qualidade do policial. “Não tem preço fazer parte dessa evolução”, enfatizou, referindo-se ao efetivo como “um celeiro de pessoas notáveis.

Afirmando que “a história é um retrovisor e ninguém ultrapassa sem olhar para trás”, o deputado federal Zé Neto ressaltou a importância da PRF e defendeu a necessidade de fortalecer as instituições. “A PRF tem papel estratégico importantíssimo no país, nesse momento que o mundo se prepara para o pós pandemia voltado para três focos: fomento, potencial energético e logística”, afirmou. O parlamentar lembrou a trajetória do Inspetor Misael Freitas, que definiu como “uma história de resistência”.

A sessão, que registrou também os 93 anos da PRF, foi presidida pelo vereador Silvio Dias, que compôs a Mesa ao lado de Fanael Ribeiro dos Santos, chefe de Gabinete, representando o prefeito Colbert Martins da Silva; deputado federal Zé Neto; Inspetor Jeferson Almeida Morais, representando a superintendência da Polícia Rodoviária Federal na Bahia; Fábio Serravalle Franco, presidente do Sindicato da Polícia Rodoviária Federal; e Edmo Pires, PRF aposentado e diretor de Operações da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) de Feira de Santana; e o Capitão PM Santos Lopes.

Homenagens

Durante a sessão solene foram homenageados com placas alusivas ao Dia do Policial Rodoviário Federal os inspetores Raimundo Carlos dos Santos, PRF com mais experiência na ativa; Valdimiro Cordeiro dos Santos, aposentado; Maria Hermínia Sosin Rodrigues, em nome das mulheres PRFs; José Pedro dos Santos, membro do grupo Irmãos PRF; Niverton José de Freitas Santana, representando os PRFs em atividade, Altemar Ramos Brandão, pelo trabalho nas rodovias; Joel Alves Morais, representando os ex-chefes da 2ª Delegacia de Feira de Santana; Senhora Célia Vilas Boas Góes Santana e seu filho Jessel Goes Santana, em homenagem ao Inspetor Mizael Freitas, que faleceu recentemente; Joselma de Vasconcelos Alves, em homenagem ao Inspetor Daniel; e Fábio Serravalle, presidente do Sindicato dos PRFs.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116922 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.