“Jair Bolsonaro discursa, sua base parlamentar age”, afirma Éden Valadares sobre votação da Reforma Eleitoral pela Câmara dos Deputados; Presidente do PT da Bahia alerta para ‘desmantelo’ da democracia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Para Éden Valadares, presidente do PT Bahia, Câmara dos Deputados pode aprovar ‘desmantelo’ da democracia brasileira.
Para Éden Valadares, presidente do PT Bahia, Câmara dos Deputados pode aprovar ‘desmantelo’ da democracia brasileira.

O presidente do PT Bahia, Éden Valadares, afirmou que enquanto o presidente Jair Bolsonaro continua ameaçando as instituições democráticas, sendo, por isto, inclusive, alvo do terceiro inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), a Câmara dos Deputados avança contra a democracia no país com a votação da Reforma Eleitoral que tem, entre as suas pautas, graves retrocessos.

“É possível falar em desconstrução, desmonte ou desmantelo se olharmos atentamente para a pauta de ontem ou para as posições do presidente da Casa, Arthur Lira. Sobre o retrocesso do tal voto impresso, o deputado falou em ‘auditagem mais transparente’, em um claro sinal verde para a estapafúrdia tese de que as eleições no Brasil não são seguras”, afirmou.

O presidente do PT Bahia destacou ainda que, sobre a pauta de quarta-feira, 04, Lira convocou para o final da noite, às 22h, a sessão da comissão que deliberaria sobre o Distritão, dentre outros retrocessos, a exemplo do semipresidencialismo ou do declínio das cotas de gênero e raciais. “Sim, PEC para estabelecer um novo modelo político-eleitoral no país para ser votada quase na madrugada e sem consulta popular, sem ouvir a sociedade, sem plebiscito, nada”, ressaltou.

Para Éden, o campo democrático e popular deve ficar mais vigilante, mobilizado e ampliar sua capacidade de resistência frente aos retrocessos que estão na mira da Câmara. “Enquanto Bolsonaro discursa sobre a destruição da democracia, sua base parlamentar age. É preciso estar atento e forte”.

A sessão da Comissão Especial de Mudanças Eleitorais que apreciará a PEC 125/11 não foi cancelada; foi adiada para esta quinta-feira, 05.

Sobre Carlos Augusto 9668 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).