Blogueiro bolsonarista é denunciado por ameaças a Roberto Barroso; Allan dos Santos promove campanha de ódio contra magistrados do STF, diz MPF

Blogueiro bolsonarista Allan dos Santos faz, segundo MPF, campanha de ódio contra magistrados do STF. MPF diz que falas de Allan dos Santos contra o ministro do STF extrapolam liberdade de expressão. Ele é alvo de dois inquéritos no Supremo sobre disseminação de fake news e financiamento de atos antidemocráticos.
Blogueiro bolsonarista Allan dos Santos faz, segundo MPF, campanha de ódio contra magistrados do STF. MPF diz que falas de Allan dos Santos contra o ministro do STF extrapolam liberdade de expressão. Ele é alvo de dois inquéritos no Supremo sobre disseminação de fake news e financiamento de atos antidemocráticos.

O blogueiro Allan dos Santos foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por ameaças contra Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O documento oficializando a denúncia, oferecida nessa terça-feira (17/08/2021), é assinado por João Gabriel Morais de Queiroz e Melina Castro Montoya Flores.

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Allan dos Santos é fundador do blog Terça Livre e dono de um canal no YouTube com o mesmo nome. Ele é alvo de dois inquéritos no STF, um sobre a disseminação de fake news e outro sobre financiamento de atos antidemocráticos. O blogueiro também já foi alvo de operações da Polícia Federal.

A denúncia do MPF atribui a Allan dos Santos os crimes de ameaça (pena prevista de um a seis meses de detenção) e incitação ao crime de ameaça (pena prevista de três a seis meses de detenção).

Segundo o Ministério Público, os ataques contra o presidente do TSE foram feitos durante a gravação de um vídeo intitulado “Barroso é um miliciano digital”, publicado em 24 de novembro passado. Nele, Allan desafia o ministro em tom de ameaça.

“As ameaças e a incitação ao crime foram proferidas durante a gravação do vídeo intitulado ‘Barroso é um miliciano digital’,[…], na qual Allan dos Santos fez as seguintes declarações: ‘Tira o digital, se você tem c…! Tira a p… do digital, e cresce! Dá nome aos bois! De uma vez por todas Barroso, vira homem! Tira a p… do digital! E bota só terrorista! Para você ver o que a gente faz com você. Tá na hora de falar grosso nessa p…!'”, diz o documento.

“Além da liberdade de expressão”

A denúncia afirma que as falas de Allan dos Santos “estão excluídas do âmbito de cobertura da liberdade de expressão”, pois apresentam “desígnios claros de ódio e repúdio contra instituições constitucionais e seu representante, e com tom claramente ameaçador, a fim de prejudicar a ordem pública e com a intenção de incutir medo ou pavor na vítima”.

Após a publicação do vídeo, Barroso representou ao MPF, na condição de vítima, e solicitou a adoção de medidas cabíveis contra o blogueiro.

Ainda segundo o Ministério Público Federal, existem outras publicações de Allan dos Santos nas redes sociais demonstrando “comportamento habitual e intencional em proferir ameaças contra ministros do Supremo”. O MPF afirma que as ameaças do blogueiro são parte de “uma campanha intencional e extensiva” para propagar ódio contra magistrados do STF.

*Com informações do DW.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115091 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.