Presidente Jair Bolsonaro é internado após sentir dores abdominais; Extremista tinha reunião agenda com presidentes do Legislativo e Judiciário

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Extremista vinha reclamando de soluços persistentes há vários dias. Planalto informa que ele passa bem e está fazendo exames para investigar as causas. Reunião com chefes do Legislativo e Judiciário é cancelada. Comunicado diz que Bolsonaro "ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas".
Extremista vinha reclamando de soluços persistentes há vários dias. Planalto informa que ele passa bem e está fazendo exames para investigar as causas. Reunião com chefes do Legislativo e Judiciário é cancelada. Comunicado diz que Bolsonaro "ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas".

O presidente Jair Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília na madrugada desta quarta-feira (14/07/2021) após sentir dores abdominais. Segundo a imprensa brasileira, ele vinha reclamando de soluços persistentes há mais de uma semana.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência (Secom) informou que Bolsonaro foi internado “por orientação de sua equipe médica” para que fossem realizados exames “para investigar a causa dos soluços”.

O comunicado diz ainda que o presidente “ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital”. “Ele está animado e passa bem”, conclui a Secom.

Assim, foram cancelados os compromissos que Bolsonaro teria na manhã desta quarta-feira, incluindo um encontro com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux.

A reunião era uma tentativa de acalmar os ânimos entre os três Poderes, depois de novos ataques de Bolsonaro ao sistema eleitoral e às urnas eletrônicas terem gerado desgaste e reações no Legislativo e no Judiciário. Em nota, o STF informou que “o encontro será oportunamente reagendado”.

Também nesta manhã, o presidente participaria de uma reunião do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia de Covid-19.

Soluços persistentes

Bolsonaro já vinha reclamando de soluços persistentes há dias, e disse que o problema poderia ter ligação com remédios que ele tomou por conta de uma cirurgia para implante dentário.

“Peço desculpa a todos que estão me ouvindo, porque eu estou com soluço já tem cinco dias. Eu fiz uma cirurgia para implante dentário no sábado [03/07]. Já aconteceu comigo no passado, talvez em função dos remédios que eu estou tomando, eu estou 24 horas por dia com soluço”, disse o presidente em entrevista à rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, na semana passada.

Em seguida, ele mencionou a crise também em uma live: “Estou há uma semana com soluço, talvez não consiga me expressar bem nessa live.”

Nesta semana, Bolsonaro voltou a soluçar em entrevista e diante de apoiadores. “Eu estou sem voz, pessoal. Se eu começar a falar muito, volta a crise de soluço”, afirmou ele na terça-feira a eleitores no Palácio da Alvorada, para logo em seguida dizer que “já voltou o soluço”. “Está ruim de falar”, declarou.

Além disso, o presidente já havia afirmado a seguidores que deveria passar por uma nova cirurgia devido a uma hérnia, ainda resultado do golpe de faca que recebeu na barriga em setembro de 2018, durante a campanha eleitora à Presidência.

*Com informações do DW.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113883 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]