Ediene Lousado atuou como procuradora-geral de Justiça do Estado da Bahia, o equivalente a chefe do MPBA, foi alvo da 6ª e 7ª fases da Operação Faroeste e foi denunciada pelo MPF na Ação Penal nº 1025-DF.
Manchete

Corregedor Nacional do Ministério Público orientou Ediene Lousado sobre apuração contra promotora que a investigava no Caso Faroeste; Indício de corrupção no interior do MP é revelado

Reportagem de Italo Nogueira e José Marques, do Folhapress, revela que o corregedor nacional do Ministério Público, Rinaldo Reis Lima, orientou a ex-procuradora-geral de Justiça da Bahia Ediene Lousado (equivalente a chefe do Ministério Público